Publicidade

Estado de Minas COMÉRCIO ILEGAL

Tráfico de drogas lidera ranking de denúncias anônimas em Minas neste ano

Mais da metade das denúncias anônimas recebidas entre janeiro e maio deste ano foram sobre tráfico de drogas


postado em 24/06/2020 09:03 / atualizado em 24/06/2020 09:58

Só neste ano foram quase 60 mil papelotes, pinos ou porções de cocaína e mais de 40 mil buchas, porções ou tabletes de maconha apreendidos(foto: Reprodução/Polícia Federal)
Só neste ano foram quase 60 mil papelotes, pinos ou porções de cocaína e mais de 40 mil buchas, porções ou tabletes de maconha apreendidos (foto: Reprodução/Polícia Federal)
Um levantamento da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) de Minas Gerais apontou que mais da metade das denúncias anônimas recebidas entre janeiro e maio deste ano foram sobre tráfico de drogas, com mais de 16 mil notificações.

O crime liderou o ranking no levantamento total de 2019 e segue na liderança na parcial deste ano. Maus tratos a animais, jogos de azar, porte e uso de drogas, armamento, cativeiro, captura e tráfico de animais, localização de foragidos e procurados, fiscalização de edificações e receptação de materiais foram outros crimes que configuraram na listagem. 
 
Foram quase 30 mil denúncias relacionadas ao tráfico que possibilitaram a apreensão de aproximadamente 59 mil papelotes, pinos ou porções de cocaína, 41 mil buchas, porções ou tabletes de maconha e mais de 40 mil pedras ou porções de crack só neste ano.
 
Belo Horizonte foi a cidade com o maior número de queixas, sendo 19% do total, seguida por Uberlândia, com 6%, e Juiz de Fora, com 5%.

O superintendente de Integração e Planejamento Operacional da Sejusp, Leandro Almeida, afirma que a denúncia de tráfico seja a mais comum por estar próximo ao denunciante. “Acontece na rua dele, em uma esquina do seu trajeto, em determinada festa ou encontro, e o indivíduo toma conhecimento”, explica.

O Disque Denúncia

Almeida ainda reforça a importância da denúncia. "O principal papel do Disque Denúncia é ser um elo entre o cidadão e as forças de Segurança de nosso Estado", defende.

O Disque Denúncia 181 garante e resguarda o anonimato absoluto do denunciante e das informações passadas. "O anonimato é a chave para se chegar à informação", completa Leandro Almeida.

Vale lembrar que com a denúncia envolve uma apuração detalhada e de longo prazo por parte das autoridades competentes. Em caso de flagrantes, urgências e emergências, em que se faz necessária uma ação imediata, a orientação é fazer contato direto com as corporações: Polícia Militar (190), Polícia Civil (197) e Corpo de Bombeiros Militar (193).

 
Semana Nacional de Combate às Drogas 

 
Entre 22 e 28 de junho, acontece a Semana Nacional de Combate às Drogas, em que há movimentos em todo o país com foco em ações operacionais voltadas para a prevenção e a repressão ao narcotráfico.
  
De forma integrada, a Sejusp, a Polícia Militar, a Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros Militar, a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Federal realizam ações ostensivas, repressivas e investigativas com o objetivo de diminuir a oferta de drogas.
 
* Estagiário sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira 
  


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade