Publicidade

Estado de Minas ALTO RISCO

COVID-19: Zema avisa que 'não é hora de relaxar'

Governador lamenta número de mortes no estado, já superior a 500, e diz que é preciso manter a vigilância para conter o novo coronavírus em Minas


postado em 16/06/2020 13:46 / atualizado em 16/06/2020 15:42

Governador Romeu Zema anuncioiu também a implantação de 79 novos leitos de UTI no interior de Minas(foto: Gil Leonardi/Imprensa MG/Divulgação)
Governador Romeu Zema anuncioiu também a implantação de 79 novos leitos de UTI no interior de Minas (foto: Gil Leonardi/Imprensa MG/Divulgação)
No pronunciamento em que anunciou a entrega de 500 respiradores para o tratamento de pacientes da COVID-19, o governador Romeu Zema (Novo) se mostrou preocupado com os números da pandemia em Minas Gerais. Segundo ele, é preciso que a população continue atenta, adotando medidas para conter a disseminação da doença.

“A  notícia é triste, pois ultrapassmos a marca dos 500 óbitos, são 502, mas lembro que apenas o estado do Mato Grosso do Sul tinha, até ontem, situação melhor que Minas Gerais em mortes por cada 100 mil habitantes.(...) Nossa taxa de óbito por 100 mil é mais de nove vezes menor que a média do Brasil. Isso por conta do comportamento do mineiro. Continuo contando com o comportamento de todos para vencermos a batalha”, afirmou o governador, durante proncunciamento feito no início da tarde desta terça-feira (16).


Com novo recorde, Minas ultrapassa as 500 mortes por COVID-19 e tem mais de 22 mil casos confirmados


Reconhecendo que o número de casos e óbitos aumentou bastante “nos últimos 15 ou 20 dias”, ele diz que medidas estão sendo tomadas pelas autoridades para que não haja explosão no estado. “Nosso secretário (de Saúde) Carlos Eduardo Amaral vem conversando com secretários municipais de saúde e prefeitos para reverter a situação e temos conseguido conduzir de forma satisfatória. Mas aviso aos mineiros que não é hora de relaxar. Quem não puder ficar em isolamento, tem de usar máscara, adotar medidas rígidas de higiene, manter o distanciamento. Vamos ter de conviver com isso por muitos e muitos meses”, declarou.

Com os novos respiradores, Zema diz esperar que as cidades do interior tenham mais condições de tratar pacientes da COVID-19. Dos 500 que serão entregues, 420 foram adquiridos com recursos da Ação Civil Pública movida contra a mineradora Samarco e suas controladoras (Vale e BHP), a título de garantia do rompimento da barragem em Mariana, em 2015. Já 80 vieram do Governo Federal.

Vinte dos respiradores vão para Governador Valadares e Diamantina, “que carecem dos equipamentos em função do aumento do número de casos”, segundo Zema.

“Lembro ainda que 300 são não-invasivos, mais simples. Os demais são mais completos”, explicou o governador, ressaltando que se trata da primeira leva – ele já havia anunciado a aquisição de 1.040 respiradores.
 

Leitos de UTI 


Zema também afirma que estão sendo entregues 79 novos leitos de UTI no interior, nas cidades de Lavras, Itaúna, Ipatinga, Patrocínio, São Sebastião do Paraíso, Divnípolis, Ouro Preto, João Monlevade, Montes Claros, Coronel Fabriciano, Governador Valadares, Unaí, Uberlância, Barbacena, Teófilo Otoni, Salinas, Taiobeiras, Lagoa da Prata e Conselheiro Lafaiete.

“Com isso, o estado passa a contar com 2.964 leitos de UTIs. Hoje a estrutura é muito superior à de três meses atrás. Tivemos tempo de estruturar a saúde”, comentou.


O que é o coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.


Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.


Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia


Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:


Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade