Publicidade

Estado de Minas COMBATE AO TRÁFICO

Polícia prende quatro homens e desbarata parte de quadrilha de traficantes em BH

Flagrante na Região Oeste da capital aconteceu quando 70 quilos de maconha começariam a ser distribuídos


postado em 05/06/2020 17:37

Operação resultou na apreensão 136 tabletes de maconha, num total de 70 quilos da droga(foto: Divulgação/PCMG)
Operação resultou na apreensão 136 tabletes de maconha, num total de 70 quilos da droga (foto: Divulgação/PCMG)
Parte de uma organização criminosa, especializada no tráfico de drogas, que eram distribuídas na Região Oeste de Belo Horizonte, foi desbaratada, com a prisão de quatro pessoas no Bairro Cinquentenário. A operação, realizada pelo Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico (Denarc), da Polícia Civil, aconteceu na madrugada dessa sexta-feira e foram apreendidos 136 tabletes de maconha, num total de 70 quilos.

A quadrilha já vinha sendo investigada desde o ano passado e, nessa madrugada, a polícia efetuou o flagrante. Segundo o delegado Rodolpho Machado, havia a informação, segundo diligências, de que aconteceria uma entrega de droga.

Um dos suspeitos, um homem de 22 anos, apontado como gerente da ramificação do tráfico seria o responsável pela entrega. Ele estava num carro e, se encontrou com um comparsa, de 27 anos, para buscar drogas no bairro Cinquentenário.

Os dois, depois de apanhar a encomenda, se dirigiram a outro ponto do mesmo bairro, para realizar a entrega da droga. Em determinado ponto, um dos homens tomou outro carro e seguia à frente do suposto gerente. No caminho, esse homem apanhou mais dois comparsas. No local combinado para a entrega, havia um receptador somente. E quando a “entrega” estava sendo feita, foi efetuada a abordagem policial.

Nesse instante, o gerente e dois comparsas que estavam num dos carros, e o receptador, foram presos. Um outro homem integrante da quadrilha conseguiu fugir. Ainda segundo o delegado Rodolpho, o gerente da quadrilha é também conhecido por intermediar negociações ilícitas na região. Foi visto que esse homem já tem antecedentes criminais, sendo que, há cerca de 20 dias, foi preso em outra abordagem por porte ilegal de arma e posse de pequena quantidade de droga.

O negócio

“A droga era vendida no atacado para posterior distribuição e comercialização em pontos de venda ao usuário, na região Oeste da capital. Essas drogas têm origem em países sul-americanos, da chamada “rota caipira”. Esta entraria no Brasil pelo Mato Grosso, passando por São Paulo, pelo Triângulo Mineiro, e chegando a Belo Horizonte, para ser distribuída”, afirma o Delegado.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade