Publicidade

Estado de Minas

Analista de tecnologia é preso em BH durante ação contra pornografia infantil

Polícia Federal apreendeu materiais na casa do suspeito nesta semana. Vítimas que aparecem nas imagens serão identificadas


postado em 05/06/2020 11:18

(foto: Arquivo/Agência Brasil)
(foto: Arquivo/Agência Brasil)


Um homem de 32 anos foi preso pela Polícia Federal (PF) em Belo Horizonte por produção, armazenamento e compartilhamento de pornografia infantil. Segundo a polícia, ele é analista de tecnologia de uma empresa privada. Ele foi preso em flagrante nesta semana depois que a polícia encontrou materiais de abuso sexual infantil na casa dele. 

A prisão ocorreu na última terça-feira durante a Operação Roda Gigante III. Após investigações, a PF representou à Justiça por busca e apreensão, e o mandado foi expedido pela 35ª Vara Federal de Belo Horizonte. 

“A ação contou com a cooperação policial internacional da Polícia da Austrália, pois o investigado era usuário de fóruns da deep web, ambiente em que compartilhava, com usuários de inúmeros países, o material pornográfico infantil que ele mesmo produzia. As crianças vítimas dos abusos sexuais estão sendo descobertas e identificadas”, informou a Polícia Federal. 

Segundo a polícia, além dos crimes citados anteriormente, o analista vai responder por estupro de vulnerável. Se condenado, a pena pode chegar a 33 anos de prisão. 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade