Publicidade

Estado de Minas DECORO

Vereador exibe arma durante reunião da Câmara de Mariana

Sessão discutia retomada de obras de construção de casas dos atingidos pela barragem do Fundão. Deyvson Ribeiro tirou revólver de uma bolsa


postado em 27/05/2020 12:48 / atualizado em 27/05/2020 13:04

O vereador retirou a arma da bolsa. Cena foi registrada pelas pelas câmeras transmitiam a sessão.(foto: Reprodução/Facebook)
O vereador retirou a arma da bolsa. Cena foi registrada pelas pelas câmeras transmitiam a sessão. (foto: Reprodução/Facebook)
Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Mariana, na segunda-feira (25), o vereador do Solidariedade, Deyvson Ribeiro, tirou uma arma de fogo da bolsa e passou a limpá-la.  A reunião era transmitida ao vivo pelo Facebook, que flagrou as imagens. Pouco antes ele havia criticado o prefeito Duarte Junior (PPS) sobre argumento de que estaria "mudando de posição toda hora", em relação às restrições de isolamento da pandemia do coronavírus.
 
Nessa terça-feira (26), ele se desculpou em mensagens nas redes sociais e alegou que a arma é legal e tem documentação em dia.

O fato aconteceu durante reunião dos vereadores, que discutiam sobre a retomada pela Fundação Renova das obras de construção das casas de atingindos pelo rompimento da barragem do Fundão, em novembro de 2015. 

Os operários estariam autorizados a retornar ao trabalho desde que a empresa fizesse testes do coronavírus em todos os trabalhadores. Entretanto os resultados não esgtavam sendo divulgados.

A Fundação Renova foi constituída em 2 de março de 2016, por um Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta, e iniciou suas operações em 2 de agosto. É responsável pela mobilização para a reparação dos danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG).

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade