Publicidade

Estado de Minas CENTRO-SUL

Bar do Bairro Funcionários foi alvo de arrombamento pela 2ª vez em menos de dois meses

O Barbazul foi alvo de uma nova tentativa de roubo. Mas, desta vez, o suspeito foi preso


postado em 20/05/2020 08:52 / atualizado em 20/05/2020 14:10

Homem é preso suspeito de roubar o mesmo bar duas vezes (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A. Press)
Homem é preso suspeito de roubar o mesmo bar duas vezes (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A. Press)
Um bar localizado na Avenida Getúlio Vargas, no Bairro Funcionários, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, foi arrombado na madrugada desta terça-feira. Esta é a segunda vez desde o início da pandemia do novo coronavírus que o Barbazul é arrombado. Porém, ontem, o suspeito foi preso pela Polícia Militar (PM). Trata-se do mesmo homem que cometeu o crime em março e causou prejuízo de R$20 mil.

Nesta madrugada, o alarme disparou logo que o bandido entrou no bar. O sistema acionou o proprietário que chamou a polícia.

Segundo o dono do bar, José Márcio Ferreira, de 50 anos, o crime por volta de 23h. "Eu vi pela câmera que o homem estava lá dentro. Chamei a polícia e, quando cheguei ao bar, a corporação já estava lá.

Quando os policias chegaram, o homem estava escondido no segundo andar do bar. Imagens do circuito de segurança mostram que, primeiro, ele entrou no escritório do estabelecimento em busca de dinheiro. Em seguida, abriu o armário onde ficava as bebidas e as guardou na mochila.

"Ele estava escondido debaixo de um tanque da cozinha", disse. O prejuízo seria de R$500.

Com o homem, foram apreendidas: bebidas, lâmina de barbear, uma pequena quantia em dinheiro e cigarros.

Ao ser perguntando se sente aliviado após a prisão do homem que entrou no bar duas vezes em menos de dois meses, ele responde: "infelizmente não. A gente sabe como funciona, né? Prende em um dia e solta no outro".

O outro arrombamento

Em 9 de março, o bar também foi arrombando. A ação foi registrada pelas câmeras de segurança do estabelecimento.

Após a chegada dos ladrões, o alarme disparou e os vizinhos chamaram a polícia.

De acordo com o comerciante, os ladrões usaram um aplicativo de transporte para levar o material roubado e pagaram o motorista com uma garrafa de uísque e um maço de cigarro. Os criminosos roubaram, naquela ocasião, três televisões, bebidas, chocolates, cigarros e pagaram o motorista de aplicativo com parte dos produtos.

O motorista foi encontrado e preso pela polícia. Os criminosos chegaram a tentar arrombar o cofre, mas não conseguiram abrir.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade