Publicidade

Estado de Minas

Coronavírus: Topo do Mundo registra aglomeração de pessoas em tarde de domingo

Ponto turístico fica em Brumadinho, na Grande BH. Autoridades de saúde do Brasil e do mundo pedem para que as pessoas fiquem em casa


postado em 26/04/2020 14:59 / atualizado em 27/04/2020 10:02

Na foto, aglomeração no Topo do Mundo (foto: WhatsApp/ Reprodução )
Na foto, aglomeração no Topo do Mundo (foto: WhatsApp/ Reprodução )
Mais uma cena de desrespeito à orientação do isolamento social em meio à pandemia do novo coronavírus. Desta vez, no Topo do Mundo, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Neste domingo, dezenas de pessoas se aglomeraram no ponto turístico. 

Um leitor, que passava pela região, denunciou a situação ao Estado de Minas. Ele - que preferiu não se identificar - contou que havia diversas crianças e idosos se divertindo. Grande parte não usava máscaras. Na foto, dezenas de carros estacionados. 

O Mirante da Serra da Moeda ficou conhecido como Topo do Mundo por causa do restaurante que funcionou no local entre 2004 e 2018. Atualmente, ele funciona na Torre Alta Vila, que fica em Nova Lima, também na Grande BH. O estabelecimento entrou em contato com a reportagem e enfatizou que não tem qualquer relação com o ocorrido.

Sessenta e uma pessoas já morreram vítimas da COVID-19, doença provocada pelo novo coronavírus, em Minas Gerais. O novo balanço foi divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde na manhã deste domingo.

O EM também flagrou na manhã desse ssábado, pessoas se exercitaram ao ar livre e próximas umas das outras em outros diferentes espaços.

Neste, que é o primeiro fim de semana de uso obrigatório de máscaras, caminhantes, corredores, ciclistas e skatistas desafiaram o perigo de contágio do novo coronavírus  e tomaram ruas de bairros como o Mangabeiras (Região Centro-Sul de BH) e outros locais na Região da Pampulha.

Na Avenida dos Bandeirantes, por exemplo, idosos, jovens, mães com crianças e donos de cães aproveitaram a manhã ensolarada na pista de caminhada. A maioria portava máscaras, mas muitos andavam com o equipamento de proteção individual a tiracolo, dependurado na cintura ou mesmo apenas envolto no pescoço.

Casos em Minas

O total de casos de pacientes com suspeita da doença em Minas Gerais é de 78.232. Ontem, eram 75.929. Vale lembrar que são considerados suspeitos casos de pessoas com quadro respiratório agudo, notificado pelo serviço de saúde com suspeita de infecção pela SARS-COV-2.

Segundo o levantamento, o número de casos confirmados (que é a soma dos mortos com os pacientes em tratamento) é de 1.548, 4,5% a mais do que o boletim de ontem, quando eram 1.481 pessoas com exames positivos para a presença do vírus.

Do total de mortes, 11 ocorreram em Belo Horizonte. Na capital mineira, são 533 casos confirmados da doença. (Com informações de Cristiane Silva e Mateus Parreiras)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade