Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Viçosa fecha barreiras: acesso é restrito a trabalho e urgências médicas

Segundo a prefeitura, medida visa conter propagação do coronavírus no município, que já ultrapassa 100 casos notificados de COVID-19


postado em 19/04/2020 12:16 / atualizado em 19/04/2020 16:21

(foto: Prefeitura Municipal de Viçosa/Divulgação )
(foto: Prefeitura Municipal de Viçosa/Divulgação )

A cidade de Viçosa, na Zona da Mata Mineira, radicalizará ainda mais as medidas de segurança para evitar a proliferação do coronavírus. Depois de reunião com o Ministério Público, a prefeitura vai liberar a entrada de moradores de municípios vizinhos somente para trabalho ou casos médicos. Desta forma, a cidade controlará o acesso de pessoas que, de certa forma, têm vínculos menores.

Os casos de coronavírus vêm crescendo de maneira preocupante na cidade. O último boletim informado pela prefeitura, na noite desse sábado (18), mostrou que 112 pessoas tiveram casos notificados de COVID-19. Outras 28 pessoas vêm sendo monitoradas pelas autoridades de saúde e 84 casos foram descartados.

Ainda que Viçosa tenha criado medidas mais enérgicas, a prefeitura espera que os municípios vizinhos também possam controlar o acesso.

O prefeito Ângelo Chequer (PSDB) acredita que as medidas que os municípios vizinhos tomarem para impedir a contaminação pelo coronavírus são de extrema importância. “A partir de quarta (22), receberemos muitos profissionais que moram nas cidades vizinhas e trabalham no comércio de Viçosa. Se nossos municípios vizinhos não protegerem sua população contra a infecção, teremos que voltar atrás nessa decisão.”

Nesta semana, o município prolongou por mais 10 dias as medidas de restrição de comércio e serviços na cidade, decretando o fechamento dos estabelecimentos de serviços considerados não essenciais. O comércio que está habilitado a funcionar deve continuar seguindo as normas de higienização para evitar pagamento de multa e cassação de alvará.

A prefeitura criou regras mais rígidas para transporte de mercadorias dentro do município, itens de necessidade básica e delivery.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade