Publicidade

Estado de Minas

Polícia Civil resgata 17 cães vítimas de maus-tratos no Bairro Castelo

Segundo a polícia, vídeos e testemunhas mostram que animais eram até arremessados pela investigada, que foi intimada a prestar depoimento


postado em 17/04/2020 12:17 / atualizado em 17/04/2020 12:22

(foto: Polícia Civil/Divulgação)
(foto: Polícia Civil/Divulgação)


Policiais civis resgataram nessa quinta-feira 17 cães de raça que eram maltratados por uma mulher em uma casa no Bairro Castelo, Região da Pampulha, em Belo Horizonte. Segundo a polícia, a situação já vinha sendo investigada e era conhecida pelos vizinhos, que chegaram a aplaudir os investigadores no momento da operação. A adoção dos animais por outros tutores será avaliada.

De acordo com a Polícia Civil, relatos de testemunhas e vídeos obtidos pela instituição mostram que os animais levavam vassouradas, eram arremessados, entre outras agressões. Entre eles havia cães das raças yorkshire, bulldog francês, lulu da pomerânia, shih tzu, yorkshire, maltês e pequinês. 

“A polícia investiga há quanto tempo os abusos ocorriam e porque eram mantidos no local. A suspeita dos maus-tratos já foi intimada para prestar esclarecimentos na próxima semana”, informou a instituição. 

Segundo a delegada Carolina Bechelany, da Delegacia Especializada em Investigação de Crime contra a Fauna, a denúncia chegou à Polícia Civil no início do ano. Na época, não só não foi permitida a entrada da polícia na casa quanto a funcionária que trabalha no imóvel não foi autorizada a receber a intimação para entregar à mulher investigada. A delegada contou que ontem os vizinhos da casa saíram às janelas bateram palmas para os policiais. 

Alguns dos animais resgatados pela polícia ontem(foto: Polícia Civil/Divulgação)
Alguns dos animais resgatados pela polícia ontem (foto: Polícia Civil/Divulgação)


Se condenada, a mulher pode responder pelo crime de maus-tratos conforme a Lei de Crimes Ambientais, com pena de três meses a um ano de prisão. Os cães foram levados para a ong Vida Animal Livre, que será a depositária fiel deles. A Polícia Civil está avaliando a saúde dos animais e informou que, em breve, vai anunciar se eles poderão ser adotados ou não. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade