Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Coronavírus: Juiz de Fora declara estado de calamidade pública

Decreto foi assinado pelo prefeito em razão da propagação do coronavírus. Cidade tem 49 casos confirmados, quatro mortes sob investigação e mais de 1 mil casos suspeitos


postado em 07/04/2020 18:52 / atualizado em 07/04/2020 19:43

Juiz de Fora tem 1.030 casos suspeitos de coronavírus(foto: Marcos Alfredo)
Juiz de Fora tem 1.030 casos suspeitos de coronavírus (foto: Marcos Alfredo)

A Prefeitura de Juiz de Fora publicou o Decreto 13.920 na tarde desta terça-feira (7), que declara estado de calamidade pública em razão da pandemia decorrente do coronavírus (COVID-19). De acordo com autoridades de saúde, o município tem 1.030 casos suspeitos de coronavírus, 49 casos confirmados e quatro mortes em investigação.

O decreto, assinado pelo prefeito Antônio Almas, tem validade até 31 de dezembro de 2020. De acordo com o texto, ficam mantidas as disposições contidas na declaração de situação de emergência, que constam no Decreto 13.894, de 18 de março. A medida atingiu parte do comércio, shoppings e centros comerciais, que ficaram fechados.  

 

Segundo o prefeito Antônio Almas, o decreto anterior – de situação de emergência – é mais focado nas questões da saúde, na importância do isolamento domiciliar para evitar a proliferação do coronavírus em Juiz de Fora. “Já o decreto de calamidade pública nos permite avançar nas questões fiscal, orçamentária e econômica, garantindo que a prefeitura crie situações favoráveis para o enfrentamento desta pandemia, não só do ponto de vista da saúde, mas também econômico”, explica o prefeito.

O decreto de estado de calamidade pública será enviado à Assembleia Legislativa de Minas Gerais para reconhecimento pelo governo do estado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade