Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Prefeito contesta morte por COVID-19 em São Gonçalo do Rio Preto

Em boletim epidemiológico, Secretaria de Estado da Saúde divulgou que são seis mortes em Minas devido ao coronavírus


postado em 02/04/2020 12:58 / atualizado em 02/04/2020 15:01

(foto: Google Street View/Divulgação)
(foto: Google Street View/Divulgação)
O prefeito de São João Gonçalo do Rio Preto, João Dumont (PSDB), contestou os dados da Secretaria de Estado da Sáude (SES) sobre a ocorrência de uma morte no município devido à COVID-19. O prefeito afirma que houve um  erro e que "o estado  já vai divulgar (corrigir)".

 

O prefeito disse ao Estado de Minas que ligou para a SES e que a pasta comunicou que houve equívoco ao colocar um óbito de paciente da cidade com morte causada pela COVID-19.  "Foi um erro e a Secretaria (Estadual de Saúde) vai publicar uma errata, corrigindo a informação", alegou Dumont, assegurando que não houve morte de paciente de São Gonçalo do Rio Preto provocada por coronavÍrus. 

 

Ouvida pelo EM no final da manhã desta quinta-feira (2), a secretária municipal de Saúde de São Gonçalo do Rio Preto, Ronilda Lucíola de Souza, disse que a prefeitura ainda não havia sido informada oficialmente sobre a morte de uma pessoa da cidade, que, segundo boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES) teve causa confirmada a COVID-19. “Fomos pegos de surpresa. A Secretaria de Estado de Saúde não nos comunicou nada oficialmente”, afirmou Ronilda, dizendo que a notícia causou apreensão no pequeno município, de 3 mil habitantes, no Vale do Jequitinhonha.

 

Por outro lado, passou a circular em grupos de WhatsApp em São Gonçalo do Rio Preto que pode ter ocorrido um erro de divulgação por parte da SES. No dia 24 de março, um homem de 33 anos, morador de São Gonçalo do Rio Preto, morreu na Santa Casa de Diamantina (distante 76 quilômetros de São Gonçalo), apresentando problemas respiratórios. O caso foi considerado suspeito para o coronavírus. O homem teria outros problema de saúde, entre eles, tuberculose.

 

Foi recolhido material e encaminhado exame laboratorial na Fundação Ezequiel Dias (Funed) em Belo Horizonte, como caso suspeito de coronavirus. Entretanto, nesta quinta-feira (2), após a divulgação do caso pela Secretaria de Estado de Saúde,  passou a circular informação em São Gonçalo do Rio Preto de que o teste do paciente teria dado negativo para a COVID-19. 

 

A Secretaria de Estado de Saúde foi procurada novamente pela reportagem, mas ainda não se manifestou sobre os questionamentos da Secretaria Municipal de Saúde e do prefeito de São Gonçalo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade