Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

Kalil critica manifestações contra isolamento: 'Esses que botam camisinha de Seleção não passam de egoístas'

Prefeito de Belo Horizonte voltou a defender o isolamento social e diz que medida deve ser mantida


postado em 30/03/2020 13:28 / atualizado em 30/03/2020 16:03

Manifestações ocorreram também na Cidade Administrativa(foto: Leandro Couri/EM/D. A. Press)
Manifestações ocorreram também na Cidade Administrativa (foto: Leandro Couri/EM/D. A. Press)
Alexandre Kalil (PSD), prefeito de Belo Horizonte, criticou na tarde desta segunda-feira manifestações contra o isolamento social em meio à pandemia do novo coronavírus. Os atos, em consonância com o pensamento do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), aconteceram nesse fim de semana na capital mineira e se repetiram em todo país.

“Ninguém que amarra uma bandeira do Brasil como uma capa de Super Homem ou veste a camisa da Seleção Brasileira, como tantos fizeram aqui em BH, é um milímetro mais patriota que aquele que pôs uma toca, uma máscara, e foi atender um jovem, um senhor, ou uma criança com problema respiratório, sentindo afogamento ou falta de ar”, disse o prefeito, em entrevista à Globo Minas.

O prefeito também aproveitou a oportunidade para valorizar o trabalho dos profissionais que não podem trabalhar de casa, como os garis do Serviço de Limpeza Urbana (SLU). Novamente, Kalil atacou os manifestantes, que pediram principalmente a reabertura do comércio em BH.

“É muito importante que esses egoístas que saem à toa na rua, ou para caminhar, ou para protestar, quebrando leis, com egoísmo, falta de patriotismo. Patriotas, eu volto a dizer, são SLU, Polícia Militar, o bombeiro, a Guarda Municipal, é quem está trabalhando na rua e pedindo para você ficar em casa. Esses que botam camisinha de Seleção Brasileira e bandeirinha nas costas não passam de egoístas, irresponsáveis, que não sabem ler a leitura básica da realidade do mundo hoje”, completou.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), em boletim divulgado na manhã desta segunda, existem 163 casos confirmados de coronavírus em BH e uma morte. Em todo o estado, os casos confirmados chegam a 261, enquanto outros 29.724 estão em investigação. 23 óbitos pela COVID-19 no território mineiro também estão sendo apurados.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade