Publicidade

Estado de Minas

Homem é preso suspeito de comercializar remédio que prometia a cura do coronavírus

Medicação estava sendo vendida com a identificação por R$ 30 e poderia ser comprada pelo WhatsApp


postado em 23/03/2020 14:28 / atualizado em 23/03/2020 15:36

Vaso ocorreu na cidade de Ipanema(foto: Google Street View/ Reprodução)
Vaso ocorreu na cidade de Ipanema (foto: Google Street View/ Reprodução)
Foi preso um homem de 38 anos suspeito de comercializar um suposto remédio que prometia a cura para o coronavírus. Ele foi detido pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) nesta segunda-feira em Ipanema, na Região do Vale do Rio Doce.

De acordo com a polícia, as investigações começaram após a corporação receber a informação de que uma pessoa estaria comercializando medicamentos  que seriam de combate à COVID-19 por meio das redes sociais. 

O remédio estava sendo vendido com a identificação Imunotex Plus, pelo valor de R$ 30, e poderia ser comprado pelas redes sociais ou pelo WhatsApp.

Durante as buscas realizadas na casa do suspeito, com autorização judicial, foi apreendida uma enorme quantidade de produtos prontos para comercialização, além de garrafas com mercadorias para serem embaladas, embalagens vazias, plantas, rótulos, comprovantes de postagem nos Correios, dinheiro, computador, impressora, dentre outros itens.

O homem foi preso em flagrante e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil em Ipanema. 

Ele deve responder por falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais, previsto no Art. 273, § 1º-B, inciso I, do Código Penal.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade