Publicidade

Estado de Minas

Como manter a educação das crianças em dia no período de quarentena

Pais precisam estipular rotina de estudo e investir em brincadeiras que envolvam toda a família


20/03/2020 20:31

Mais que estabelecer rotina é preciso ficar atento ao tempo dedicado às atividades educativas(foto: Foto: Pixabay)
Mais que estabelecer rotina é preciso ficar atento ao tempo dedicado às atividades educativas (foto: Foto: Pixabay)
Com aulas suspensas em instituições de ensino em todo o país, a preocupação de pais passa ser não só o que fazer  para entreter os filhos em casa, mas também como manter a educação nesse período de quarentena. A rotina pedagógica dos filhos em casa foi o tema de uma entrevista ao vivo no Instagram do Estado de Minas, com a pedagoga Sthefanne Carvalho.

Para a educadora é muito importante neste momento que os pais mantenham uma rotina estudo e atividades educativas com os pequenos. “O ideal é que as crianças estudem em casa no mesmo período da escola. Se ia de manhã que estude neste horário, se for à tarde, da mesma forma”, explica Sthefanne. É preciso também ficar atento para não ceder às tentações de relaxamento que o ambiente domiciliar provoca. “O período de isolamento está longe de ser férias e exige responsabilidade e organização das famílias. Se a criança se mostrar indisposta, insista”, indica.

Muitos pais e mães que acompanharam a entrevista estavam preocupados em manter uma rotina pedagógica com os filhos, no entanto, não sabiam por onde começar, quais atividades desenvolver. Segundo a especialista, de fato, é preciso atentar-se à fase de aprendizado de cada um, e a idade faz toda a diferença. Por isso, a pedagoga separou algumas dicas de atividades educativas que podem ser conduzidas pelos pais em casa.

1 ano: Relaxamento, contação de história, músicas e atividades de consciência motora, como engatinhar por debaixo das cadeiras da sala e escalar obstáculos.

2 e 3 anos: Contação de histórias, colocar a mão na cabeça e partes do corpo, identificar cores, pegar 3 sapatos 2 blusas para  trabalhar os números. 

4 anos: Bingo de letras e números até 15, quebra-cabeça, jogo da memória, uso da tesoura fazer linhas em uma folha branca, etc.

5 anos: Bingo de letras e números até 30, cópia do nome completo, quebra-cabeça, jogo da memória, entre outros.

Pais com filhos de idades de diferentes devem optar por brincadeiras educativas que envolvam todos(foto: Foto: Pixabay)
Pais com filhos de idades de diferentes devem optar por brincadeiras educativas que envolvam todos (foto: Foto: Pixabay)
Segundo a educadora, é também preciso limitar esses horários de estudo. “Crianças  não conseguem se concentrar por muito tempo. As atividades devem durar entre 40 minutos a 1 hora”, orienta.  Para pais que têm filhos com idade diferentes, a dica da pedagoga é priorizar atividades que possam envolver a todos. “Um aprende com o outro e isso chama - se zona de desenvolvimento proximal, segundo o grande psicólogo Vygotsky”, explica. 

Ainda segundo Sthefanne,  o mais importante neste momento é criar um ambiente organizado e propício para o aprendizado, mas que também não há motivos para pânico, já que este aprendizado deve ser, sobretudo, leve e divertido. “É através das brincadeiras que as crianças aprendem a se concentrar, a ter regras pré-estabelecidas, a respeitar os colegas, favorecendo o desenvolvimento cognitivo e social”, destaca.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade