Publicidade

Estado de Minas

Detran suspende renovação de carteira e outros serviços

Órgão interrompe renovação de carteira de habilitação e vai reforçar atendimento remoto aos motoristas


postado em 20/03/2020 18:02 / atualizado em 20/03/2020 18:31

Delegado Rafael Alexandre de Faria (chefe da Divisão de Registro de Veículos), delegado Kleyverson Rezende (diretor do Detran-MG) e delegada Flávia Camargo (chefe da Divisão de Habilitação)(foto: Divulgação/ Paulo Galvão)
Delegado Rafael Alexandre de Faria (chefe da Divisão de Registro de Veículos), delegado Kleyverson Rezende (diretor do Detran-MG) e delegada Flávia Camargo (chefe da Divisão de Habilitação) (foto: Divulgação/ Paulo Galvão)
Devido à pandemia do novo coronavírus e em encontro às novas determinações do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), o Departamento Estadual de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) suspendeu os serviços presenciais em Belo Horizonte, tanto na sede da Avenida João Pinheiro, na Região Centro Sul, quanto na Divisão de Registro de Veículos (DRV), no Bairro Gameleira,. Segundo o órgão, a medida é necessária para evitar a aglomeração de pessoas, prevenindo a disseminação da COVID-19.

Para tentar diminuir os contratempos, foram reforçados os serviços remotos. Além disso, prazos foram suspenso por tempo indeterminado, inclusive no que se refere a renovação da carteira nacional de habilitação (CNH), solicitação da habilitação definitiva, defesas e recursos de multas, suspensão e cassação do direito de dirigir, além da transferência de propriedade e vistorias.

“A gente vinha se preparando para este momento e a população pode ficar despreocupada. Aumentamos canais de atendimento online, onde o cidadão poderá tirar dúvidas e fazer 116 serviços. Cada setor está preparado para atender também por e-mail, celular e telefone fixo. Os que necessitam de atendimento presencial, será feito, mas com agendamento prévio”, afirmou o diretor do Detran-MG, Kleyverson Rezende, que concedeu entrevista coletiva na tarde de sexta-feira (20) acompanhando do chefe da Divisão de Registro de Veículos (DRV), Rafael Alexandre de Faria, e da chefe da Divisão de Habilitação, Flávia Portes Camargo.

Os funcionários do órgão de trânsito continuarão atuando para resolver todos os trâmites necessários, mas estarão resguardados. “Como há aglomeração de pessoas no Detran-MG, decidimos adotar medidas mais enérgicas para proteger a população. O serviço presencial está suspenso em BH. No interior, será tratado caso a caso pelos Ciretrans (Circunscrição Regional de Trânsito)”, explicou.

Alguns outros procedimentos deverão ser anotados na próxima semana. Entre eles está definir se as clínicas terceirizadas que realizam exames médicos para obtenção e renovação da CNH continuarão a atender, inclusive os pacientes já agendados. E também a liberação de veículos apreendidos ou recolhidos aos pátios.

 


Facilidades


Em portaria publica ontem no Diário Oficial da União (DOU), o Contran já havia feito determinações semelhantes. A justificativa também foi a de se evitar a aglomeração de pessoas nos espaços de atendimento dos órgãos.

Em uma rende social, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, a quem o Contran é vinculado, disse ainda que a deliberação segue a orientação do presidente Jair Bolsonaro “de facilitar a vida do cidadão brasileiro durante essa pandemia”.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade