UAI
Publicidade

Estado de Minas

Médico com coronavírus em BH apresenta melhora; filho 'está bem melhor', diz parente

Familiar dos pacientes agradeceu as mensagens que família vem recebendo: "Agora, é continuar na corrente positiva', afirmou


postado em 18/03/2020 12:25 / atualizado em 22/03/2020 18:16

Um parente dos médicos internados no Hospital Lifecenter disse no início da tarde desta quarta-feira (18) que pai, de 72 anos, e filho, de 34, estão em condições de melhora do quadro clínico diagnosticado, em primeiro teste, como coronavírus.

Apenas o pai, conforme o irmão do paciente, se encontra em situação delicada, devido à gravidade dos sintomas. Porém, médicos avaliam que o quadro de instabilidade deverá ser vencido, com tratamento adequado, nas próximas três semanas. 

 

"O quadro continua grave (pai). Ele teve uma melhora nessa noite, mas é torcer para que ele resista e continuar nessa corrente positiva", disse o irmão dele.


O filho do ortopedista é infectologista e também está no CTI. Ele "está bem melhor também", revelou o parente."

 

Os casos vieram a público na noite dessa terça-feira (17). Reportagem do Estado de Minas revelou que eles estão internados em um centro de terapia intensiva do Lifecenter, no Bairro Funcionários (Região Centro-Sul de Belo Horizonte).

Os médicos foram diagnosticados, em primeiro exame, ou seja, ainda sem contraprova, com o novo coronavírus. 

 

Procurada, a assessoria de imprensa do hospital negou que tenha paciente internado com diagnóstico confirmado de COVID-19. Segundo o Lifecenter, as pessoas que apresentam quadro compatível com a doença são, independentemente de confirmação laboratorial, submetidas aos protolos de cuidados. 

 

O hospital também ressaltou que todos os casos suspeitos "foram e continuarão sendo notificados imediatamente às autoridades competentes". Esclareceu, ainda, que não registrou mortes ligadas ao novo coronavírus.  

 

Médicos

 

Novamente de acordo com as fontes, pai e filho fizeram um cruzeiro recentemente com destino a Miami, nos Estados Unidos. Na volta ao Brasil, estiveram em Campinas, interior de São Paulo, onde participaram da aplicação de provas para obtenção do Título de Especialidade em Ortopedia e Traumatologia (TEOT) da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT). 


Várias pessoas, entre candidatos, examinadores e observadores, estavam presentes à avaliação, o que pode ter resultado na proliferação da COVID-19.

Em seu site oficial, a Sbot recomendou na sexta-feira (13) o cancelamento de todos os eventos programados para o primeiro semestre. 

Com isso, os congressos dos comitês e das regionais não deverão ser realizados nos períodos de 60 (sessenta) dias antecedentes, nem nos 30 (trinta) dias subsequentes ao Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia (CBOT). 


Segundo fontes informaram ao Estado de Minas, o homem mais velho está em estado grave com insuficiência respiratória. Ele é ortopedista de uma clínica sediada no complexo hospitalar do Lifecenter. 

O estabelecimento até mesmo expediu um comunicado interno suspendendo marcações e cancelando consultas até o próximo dia 27, justamente para que os demais profissionais sejam mantidos em quarentena. 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade