Publicidade

Estado de Minas

Roda de Timbau denuncia ação de PM em cortejo na Rua Sapucaí

Em nota, o bloco afirma que os policiais agiram de forma ostensiva na dispersão da folia


postado em 21/02/2020 11:49 / atualizado em 21/02/2020 13:23

Roda de Timbau começou com atraso devido às exigências feitas no momento de início do cortejo(foto: Bruno Figueiredo/Área de Serviço/Belotur)
Roda de Timbau começou com atraso devido às exigências feitas no momento de início do cortejo (foto: Bruno Figueiredo/Área de Serviço/Belotur)
O bloco Roda de Timbau denunciou a ação da Polícia Militar no cortejo realizado na rua Sapucaí, no Bairro Floresta, na noite de quinta (21).  O bloco divulgou nota nesta sexta (21). De acordo com o grupo, os policiais atuaram de maneira ostensiva no momento de dispersão do trio elétrico. O grupo atribui a postura da corporação às determinações em relação aos caminhões. "Assim como tantos blocos irmãos, a Roda foi atingida pela 'nova postura' administrativa da PM em relação ao 'Caminhão Palco'", escreveram.
 
O bloco alega que houve atuação ostensiva da polícia, que tentou adiantar o fim do cortejo. "As 21h30, o trio da Roda estava cercado por PMs armados. De cima do trio podíamos avistar um efetivo policial que nunca tivemos na Roda. Todos segurando ou uma arma, ou um cacetete. Dezenas de viaturas novas, pagas com o nosso dinheiro, fazendo um cordão da repressão na frente do bloco."
 
Na nota, o bloco lembrou a dificuldade de reorganizar todo o cortejo depois das definições da PM e do Departamento de Tânsito de Minas Gerais (Detran-MG) a menos de uma semana da folia. "Desde a última segunda-feira até ontem, a Roda vem se desdobrando para viabilizar o seu cortejo e finalizar um ano de ensaios que começaram em julho", informou. O trio usado para o desfile foi financiado por um rateio de recursos feito entre os integrantes da bateria. 
 
O desfile começou com duas horas de atraso, segundo o bloco, por exigências feitas pelo Corpo de Bombeiros na concentração. O trio se posicionou na rua Sapucaí às 16h. "A PM então solicitou que o trio se dirigisse até o local de dispersão, mais à frente na rua Sapucaí para realizar a passagem de som, escreveram. Na sequência tiveram que atender às determinações dos bombeiros. "Mandaram retirar a cobertura do trio e as hastes que seguram a lona. O que demorou uns 30 minutos. Depois mandaram colocar as hastes novamente." 
 
O bloco disse que ainda houve ressalvas em relação aos cordeiros. "Também implicaram porque os cordeiros contratados não estavam com o mesmo colete da equipe de apoio do bloco. Claramente fazendo hora com a nossa cara." Essas solicitações, segundo os organizadores, atrasaram a saída do bloco, reduzindo o tempo do cortejo. "Às 20h, com muito custo, começa um cortejo que estava previsto para as 18h, com encerramento as 22h.

Com o atraso, os organizadores tentaram negociar mais tempo com a Belotur.  "Na décima música, a responsável pela evolução do bloco chega com a informação de que a PM não acataria nosso acordo com a Belotur e que o cortejo precisaria acabar as 22h em ponto." O bloco afirma que " PM e o Governo Estadual, estão agindo deliberadamente para comprometer o carnaval, principalmente o carnaval político e identitário."
 
Em nota, a Polícia Militar informou que "o posicionamento dos policiais militares próximo ao final do horário de término de desfile do bloco A Roda não teve relação com manifestação política. A atuação dos militares foi para garantir a segurança do bloco para o desligamento do som no horário previsto, às 22h".

A corporação afirmou que "os horários precisam ser respeitados já que todos os serviços públicos se planejam para cumpri-los." A nota pontua que o  "atraso no encerramento pode ensejar deficiência na prestação de serviço dos vários órgãos envolvidos." A PM afirmou ainda que "as manifestações são legítimas e que só atuará em caso de desordem pública, de intolerância à multiplicidade, em casos de qualquer tipo de violência ou importunações."


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade