Publicidade

Estado de Minas

Em duas horas, temporal da madrugada registra 1/3 do esperado para o mês

A Região Centro-Sul foi a mais prejudicada, com um volume de 59,8 milímetros, e a Região Oeste, com 44,4mm


postado em 01/02/2020 11:39 / atualizado em 01/02/2020 14:07

Cones de interdição foram colocados para desviar o fluxo de carros dos obstáculos no sentido Centro(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press )
Cones de interdição foram colocados para desviar o fluxo de carros dos obstáculos no sentido Centro (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press )
O temporal que se concentrou nesta madrugada (1°/2), entre 4h e 6h, despejou 59,8 milímetros de chuva na Região Centro-Sul e 44,4 milímetros na Região Oeste de BH, intensificando o escorregamento de lama de barrancos que já tinham começado a desabar sobre vias desde as tempestades iniciadas na terça-feira (28). O volume representa perto de um terço do estimado para toda a cidade somente no mês de fevereiro (181,4 milímetros), segundo a Defesa Civil de Belo Horizonte.
A previsão meteorológica indica que este sábado será parcialmente nublado a nublado, com pancadas de chuva e trovoadas à tarde e à noite. A mínima da madrugada foi de 20°C e a máxima poderá atingir 32°C, com umidade relativa do ar em torno 45% à tarde.

Entre o BH Shopping e o Shopping Ponteio, nos bairros Belvedere e Santa Lúcia, foram cinco deslizamentos que se intensificaram despejando lama, troncos de árvores e pedras sobre os acostamentos e drenagens laterais da BR-356, na Região Centro-Sul, sentido Centro. No sentido BH Shopping, antes do Ponteio, o acostamento e parte da pista da direita foram fechados por cones, pois o aterro da pista foi comprometido.

Cones de interdição foram colocados para desviar o fluxo de carros dos obstáculos no sentido Centro, no entanto, não afetaram o tráfego, mais moderado neste sábado.

A terra desceu sobre vagas de estacionamento, no acostamento e em parte das pistas em dois pontos da Avenida Professor Mario Werneck, no Buritis, Região Oeste de BH. Nesse local, a BHTrans ainda não cercou com cones a área soterrada, que foi ampliada pelas chuvas desta madrugada. Um dos barrancos tem cerca de 20 metros de altura e o outro, que fica a 50 metros de distância, 25 metros.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade