Publicidade

Estado de Minas

Mãe fica isolada em enchente e perde bebê durante chuvas em Minas

Caso aconteceu na Região da Zona da Mata mineira. Na mesma cidade, outras quatro pessoas morreram


postado em 26/01/2020 16:13 / atualizado em 26/01/2020 16:30

Ver galeria . 11 Fotos Quatro vidas foram perdidas na cidade, inclusive a de um bebê que estava prestes a nascer. Criança ainda está desaparecidaReprodução/WhatsApp
Quatro vidas foram perdidas na cidade, inclusive a de um bebê que estava prestes a nascer. Criança ainda está desaparecida (foto: Reprodução/WhatsApp )
 

 

A tragédia que atinge a Zona da Mata mineira devido às chuvas que caíram entre quinta e sexta-feira no estado resultou na morte de um bebê que estava prestes a nascer em Alto Caparaó. Segundo informações da prefeitura local, a mãe ficou isolada em uma enchente e não pôde ser levada ao hospital para dar a luz. Apesar de perder o filho, a mulher sobreviveu.


Ainda de acordo com o Executivo municipal, cinco vidas já foram perdidas na cidade: além do bebê, um casal de adultos e seu filho e uma mulher morreram. Todos moravam na zona rural de Alto Caparaó.


“As questões de maior problemática foram nas terras altas, onde estão as propriedades de café. Simplesmente, essas lavouras desabaram. O pior cenário foi num distrito, a comunidade rural chamada de Córrego do Bragunça. Lá, a gente teve alguns soterramentos. As mortes foram confirmadas lá”, contou, ao Estado de Minas, o secretário de Turismo da cidade, Rafael Santana.


De acordo com o secretário, a criança filha do casal que morreu estava desaparecida sob os escombros até por volta das 16h30 deste domingo, quando foi encontrada já sem vida. 

 

Quatro pessoas morreram em Alto Caparaó, na Zona da Mata mineira(foto: Reprodução/WhatsApp)
Quatro pessoas morreram em Alto Caparaó, na Zona da Mata mineira (foto: Reprodução/WhatsApp)
 


Várias famílias estão desabrigadas na cidade, segundo Rafael Santana. De acordo com ele, helicóteros do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar ajudam a retirar essas pessoas e levá-las a abrigos.


Ainda conforme o secretário, a tendência é que o trabalho de recuperação de vias e acessos da cidade dure pelo menos três meses.


Parque Nacional do Caparaó


Em função das intensas chuvas dos últimos dias, o Parque Nacional do Caparaó está fechado neste fim de semana. A medida foi tomada diante das dificuldades de acesso à estrutura por causa das chuvas em Alto Caparaó, que dá entrada ao parque.


Além de Alto Caparaó, o turista pode acessar o parque por meio da cidade de Pedra Menina, no Espírito Santo. Contudo, essa entrada também está fechada neste fim de semana por causa das chuvas.

 

Minas Gerais 

 

Até a última atualização da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), 37 pessoas morreram por causa das chuvas desde quinta-feira. Elas se juntam as outras 11 que já haviam perdido a vida nos meses anteriores, o que totaliza 48 óbitos durante o período chuvoso em Minas.

 

Ao mesmo tempo, mais de 17 mil pessoas já foram afetadas pelas chuvas. São 13.687 desalojados e 3.354 desabrigados no estado. 


Publicidade