Publicidade

Estado de Minas CHUVA EM BH

Centro de Operações da Prefeitura de BH tem dia agitado com chuva histórica que atinge a cidade

COP-BH intensificou os trabalhos entre essa quinta e domingo devido à grande precipitação


postado em 24/01/2020 18:01 / atualizado em 25/01/2020 01:17

Diariamente, 14 instituições trabalham no COP-BH(foto: Matheus Muratori/EM/D.A. Press)
Diariamente, 14 instituições trabalham no COP-BH (foto: Matheus Muratori/EM/D.A. Press)
Belo Horizonte e toda Região Metropolitana da capital mineira sofrem com a chuva histórica que cai desde essa quinta-feira. Diante disso, os trabalhos no Centro de Operação da Prefeitura de Belo Horizonte (COP-BH) foram intensificados e até estendidos até domingo. 
 
 
 
Somente nesta quinta e sexta-feira houve cerca de 450 ocorrências por causa da chuva. O subinspetor da Guarda Gunicipal de BH, Wanderson Reis, atua como supervisor do COP-BH. De prontidão no centro, ele explicou como o centro trabalha diariamente.
 
"O COP foi criado para que todas as instituições trabalhem de forma integrada. Um exemplo: se temos uma situação de trânsito, temos a GM e a BH Trans. Ao invés de irem duas instituições ao local, selecionamos uma, e não usamos tanto recurso para uma situação só. Há situações que enviamos duas instituições, tudo depende, tem que ser avaliado", disse, ao Estado de Minas.
 
Diariamente, 14 instituições trabalham no COP-BH. Seis são estaduais, outras seis municipais, uma federal e uma privada.
 
"As intuições que compõem a COP são: Polícia Militar Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, BH Trans, Cemig, Copasa, Gasmig, Fiscalização, Defesa Civil, SLU, CBTU, Samu e a BTN, essa mais para informações ao público externo", descreveu Reis.
 
O COP-BH, inaugurado em 2014, atua 24 horas por dia, monitorando 1.800 câmeras, além do contato com o efetivo nas ruas. Devido ao alto volume de chuva na cidade entre a última quarta-feira e esta sexta, vários funcionários estenderam o expediente.
 
"Aqui no COP temos 90 posições, que se revezam por turno. São cerca de 75 pessoas por turno, totalizando mais de 150 pessoas por dia. Hoje, nessa operação especial, o espaço está tomado, como dá para ver", completou.
 

Chuva em BH

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o índice pluviométrico registrado de 9h dessa quinta-feira às 9h desta sexta alcançou 171,8 mm. O número supera os 164,2 mm registrados em 14 de fevereiro de 1978 maior índice pluviométrico em 24 horas registrado em BH até então. Ainda não há registro de vítimas na capital devido à grande precipitação.


Publicidade