Publicidade

Estado de Minas

Cilindro de gás mobiliza bombeiros na UPA Ressaca, em Contagem

Pacientes e funcionários se assustaram com a fumaça. Segundo a prefeitura, não houve vazamento, mas escape da válvula de segurança. Atendimento não foi suspenso


postado em 23/01/2020 12:24

(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)


Um escape em um cilindro de gás oxigênio mobilizou uma equipe do Corpo de Bombeiros na manhã desta quinta-feira na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Ressaca, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo os militares, funcionários e pacientes se assustaram.

Duas viaturas foram enviadas ao local e os militares isolaram o local para evitar entrada de pessoas. Também foi preciso fechar algumas janelas e portas para que o produto não se espalhasse para outros ambientes, “sendo observado todo cuidado por conta do risco de explosão, e a grande quantidade de concentração do gás oxigênio, que poderia levar complicações as pessoas próximas do local”, informou a corporação. 

Um funcionário da empresa responsável pela manutenção do equipamento foi chamado pelos bombeiros, que monitoraram o produto até a chegada dele. 

(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)


Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Contagem explicou que não houve vazamento. “A válvula de segurança do tanque de gás de oxigênio da UPA Ressaca foi acionada, o que configura um escape de gás e não um vazamento. A válvula é ativada quando há aumento da pressão, devido à redução do consumo da substância”, diz o texto. 

Ainda segundo a pasta, o funcionário da empresa que fornece o gás não detectou irregularidades. “O equipamento está com a data de manutenção em dia. Ainda segundo os técnicos que fizeram a vistoria, o fumaçamento é normal quando há liberação do gás. Os atendimentos na UPA não foram suspensos”, explicou a Secretaria. 


Publicidade