Publicidade

Estado de Minas

Corpo de motorista de aplicativo que estava desaparecido será sepultado hoje

Jovem de 25 anos estava desaparecido desde a última sexta-feira. O carro dele foi localizado ontem na Região Norte de BH. Mais tarde, ele foi encontrado morto na BR-040


postado em 10/01/2020 08:20 / atualizado em 10/01/2020 08:22

Luiz Antonio da Silva Rodrigues estava desaparecido desde sexta-feira e seu corpo foi encontrado ontem por um trabalhador próximo à BR-040(foto: Reprodução da internet/Instagram)
Luiz Antonio da Silva Rodrigues estava desaparecido desde sexta-feira e seu corpo foi encontrado ontem por um trabalhador próximo à BR-040 (foto: Reprodução da internet/Instagram)

Será sepultado nesta sexta-feira em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o corpo do motorista de aplicativo Luiz Antônio da Silva Rodrigues, de 25 anos. Ele estava desaparecido desde a última sexta-feira (3). Ontem à tarde, o corpo do rapaz foi encontrado às margens da BR-040, em Nova Lima, também na Grande BH, com ferimentos no pescoço. A informação foi divulgada depois de confirmação da família, que reconheceu o corpo no Instituto Médico Legal (IML) de BH.

Luiz será velado no Cemitério Parque Renascer, no Bairro Chácara Boa Vista, a partir do meio-dia. O sepultamento está marcado para as 13h. 

O jovem dirigia um Gol branco, placa PZN-1817, localizado também ontem pela Polícia Militar (PM) durante patrulhamento no Bairro Zilah Spósito, na Região Norte da capital mineira. Duas pessoas que estariam no veículo foram presas, acusadas de envolvimento com tráfico de drogas.

De acordo com a polícia, “todas as informações já estão sendo checadas, e diligências ininterruptas estão sendo realizadas para apuração do caso”

Antes da confirmação da morte de Luiz, sua mãe, Edilene Rodrigues, de 53 anos, que trata de um câncer há nove anos, disse que passa por uma das situações mais difíceis de sua vida. “Sempre enfrentei com aceitação e alegria pra mostrar que a gente pode viver com o câncer, mas eu não sei se consigo, como mãe, enfrentar a falta de um filho.”

Luiz Antônio foi dado como desaparecido no fim de semana(foto: Reprodução)
Luiz Antônio foi dado como desaparecido no fim de semana (foto: Reprodução)
O motorista é filho do músico Fernando Rodrigues. Segundo o pai, Luiz trabalhava de carro no turno da noite. No dia do sumiço, ele falou com o filho por volta das 22h. "Liguei pra ele na sexta, depois daquela chuva forte para ver se estava tudo bem. Ele disse que sim, e que iria trabalhar a noite toda", contou Fernando. A família começou a estranhar o sumiço do jovem no início da noite de sábado. "Às vezes, ele dormia na casa de amigos ou da namorada. Por isso, no sábado durante o dia pensamos que ele estivesse dormindo. Achamos estranho quando deu 6h da tarde e ele não atendia. Depois, o WhatsApp dele foi bloqueado", relatou o pai.

Celular mudo


Daí em diante, o pai e outros familiares começaram a ligar para amigos, namorada e pessoas próximas do rapaz na tentativa de obter informações de seu paradeiro. "A namorada dele disse que a última vez que falaram foi no sábado, por volta de 6h. Ele falou que tinha rodado a noite toda, estava muito cansado e iria dormir. Disse também que iria desligar o celular", contou Fernando. Depois disso, Luiz Antônio sumiu e o celular foi desligado. (Com informações de Maria Irenilda Pereira) *Estagiárias sob supervisão da subeditora Rachel Botelho


Publicidade