Publicidade

Estado de Minas

Em noite de aniversário, BH tem show do cantor Jorge Ben Jor na Praça da Estação

No set list, grandes sucessos da sua carreira, como 'Mas que Nada', 'País Tropical', 'Chove chuva' e 'O Telefone Tocou Novamente' agitaram milhares de pessoas na praça


postado em 12/12/2019 22:23 / atualizado em 13/12/2019 18:35

Jorge Ben Jor comandou a festa acompanhado da Banda Zé Pretinho(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A press)
Jorge Ben Jor comandou a festa acompanhado da Banda Zé Pretinho (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A press)
Belo Horizonte comemora seu 122º aniversário com grande show do cantor Jorge Ben Jor que fez muita gente cantar e dançar na Praça da Estação, na Região Central, na noite desta quinta-feira. Um dos mais conceituados artistas brasileiros, Jorge Ben Jor representa a modernidade com tradição, ritmo marcante e inconfundível: samba com maracatu, bossa com rock, baião com funk.
 
A noite foi aberta, às 20h, com o VJ Suave com o vídeo mapping "Roda de Força”. O trabalho  foi feito em homenagem ao Mestre Moa do Katendê com projeções de grandes dimensões na fachada do Museu de Artes e Ofícios e com o som da DJ Black Josie.  O  músico atua como solista e coralista e agita as pistas de eventos pela cidade. Ele faz parte da equipe de professores do projeto Oficina Feminina de Rap, que realiza oficinas gratuitas em Centros Culturais da cidade.  
 
"Maravilhoso, a gente esperava mais gente aqui, mas tô amando muito. É legal para o aniversário da cidade e para trazer mais turistas", disse Ruth Almada, 20 anos, que marcou presença no evento. "Incrível o show, acho que tinha que ter mais, de graça, na rua, não só no aniversário. Apesar de o Jorge Ben Jor não ser daqui, mas democratizar um show deste nível é muito legal", ressaltou a publicitária Bárbara Lima, 27 anos. Genilson Rodrigues, 40 anos, também publicitário, destacou a importância do músico. "Ele é um maestro nato e consegue colocar todo mundo para dançar".

Na sequência, Jorge Ben Jor comandou a festa acompanhado da Banda Zé Pretinho, a partir das 21h. No set list, grandes sucessos da sua carreira, como “Mas que Nada”, “País Tropical”, “Chove chuva” e “O Telefone Tocou Novamente” agitaram milhares de pessoas na praça. 

Serviço Data: 12/12 – Quinta-feiraHorário: das 20h às 22h30Local: Praça da Estação 
 
Sobre o Circuito Municipal de Cultura 
 
A programação desta quinta-feira faz parte das ações de lançamento do Circuito Municipal de Cultura – projeto realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, em parceria com o Centro de Intercâmbio e Referência Cultural.
 
"A gente começou as comemorações no dia 6 de dezembro e seguimos até o dia 15. Abrimos com o show da Tamara Franklin, que é uma rapper aqui da cidade, e o Rincon Sapiência lançando disco novo, no Viaduto Santa Tereza, que é um território da zona cultural da Praça da Estação. Através dessas ações, nós identificamos e reconheçe esses territórios", afirma Aline Vila Real, diretora de promoção das artes na Fundação Municipal de Cultura. 
 
O circuito tem como objetivo potencializar a programação cultural e artística – valorizando a produção local e atrações relevantes do cenário cultural brasileiro – de forma descentralizada para atender a todas as regiões da cidade.
 
Em 2020, mais de 150 atrações artísticas e ações formativas nos setores do teatro, circo, dança, música, literatura, artes visuais, audiovisual e culturas populares vão ocupar os equipamentos culturais da Fundação Municipal de Cultura. Ao longo do ano, de acordo com a prefeitura, haverá uma programação cultural e artística gratuita para todos os públicos. (Com informações da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH)). 


Publicidade