Publicidade

Estado de Minas

Gorila caçula do zoo de BH recebe nome após votação popular

Escolas públicas escolheram três nomes finalistas: Anaya, Gimbya e Maisha


postado em 24/10/2019 13:13 / atualizado em 24/10/2019 18:46

Filhote esperta já andava nas costas da mãe gorila com dois meses(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
Filhote esperta já andava nas costas da mãe gorila com dois meses (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)

Anaya! Esse é o nome da mais nova gorila do zoológico de Belo Horizonte. O nome, que significa "Olhar para Deus" no idioma do grupo étnico nigeriano Igbo, foi escolhido após votação popular. Em segundo lugar ficou Maisha – que significa vida – e, em terceiro, Gimbya – princesa.

Em agosto, os funcionários do zoológico de Belo Horizonte comemoraram a descoberta do sexo do bebê gorila nascido em 8 de junho. A filhote aaumentou a família de sete primatas formada pelo pai, o gorila Leon, de 21 anos; Imbi, de 19, mãe de Jahari, de 4; e Ayo, de 2, além de Lou Lou, mãe da recém-nascida e de Sawidi, de 4.


A alegria em receber uma fêmea na família foi muito grande e leva esperança para a continuidade da espécie. “A gente ficou muito feliz porque, historicamente, na espécie em cativeiro, nascem mais machos do que fêmeas”, contou o biólogo Humberto Espírito Santo de Mello, gerente do Jardim Zoológico da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica.

Eleição do nome

A escolha do nome passou por um processo de inclusão das crianças da capital mineira. Os nomes em votação foram, inicialmente, sugeridos pelos técnicos do zoológico e, em seguida, encaminhados para votação de alunos de 45 escolas municipais. As crianças elegeram os três nomes finalistas, que foram levados votação aberta ao público, que acabou em 23 de outubro.

Ver galeria . 6 Fotos Quarto filhote de gorila nascido no Zoológico de BH encanta visitantes. Como ele sempre fica junto ao corpo da mãe, ainda não é possível saber o sexo do bebêJair Amaral/EM/DA Press
Quarto filhote de gorila nascido no Zoológico de BH encanta visitantes. Como ele sempre fica junto ao corpo da mãe, ainda não é possível saber o sexo do bebê (foto: Jair Amaral/EM/DA Press )


Esse é o quarto filhote de gorila da planície ocidental a nascer em um zoo da América do Sul. De acordo com o gerente do Jardim Zoológico, Humberto Mello, é feito um trabalho de acompanhamento dos gorilas, justamente para manter a saúde da espécie.

“Somos o único zoológico que mantém um grupo de gorilas na América do Sul. Por meio de parcerias com instituições europeias, nosso objetivo é manter o grupo mais saudável e geneticamente viável, para trabalhos de conservação de uma espécie em alta ameaça de extinção”, conta o administrador.
 
*Estagiária sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz


Publicidade