Publicidade

Estado de Minas

Mulher detida por tráfico de drogas consegue fugir de delegacia e fica mais 24 horas em liberdade

Prisão ocorreu na manhã de quarta-feira. Policiais que faziam escolta da suspeita disseram que ela conseguiu tirar as algemas e fugiu. Nesta quinta, ela foi recapturada


postado em 19/09/2019 16:12 / atualizado em 19/09/2019 17:04

Mulher foi presa no Bairro Renascença, Região Nordeste de Belo Horizonte(foto: Google Street View/Reprodução)
Mulher foi presa no Bairro Renascença, Região Nordeste de Belo Horizonte (foto: Google Street View/Reprodução)

Uma mulher de 30 anos que havia sido presa por furto fugiu da delegacia enquanto aguardava para ser atendida por um delegado na Central de Flagrantes (Ceflan) 1, na Rua Pouso Alegre, no Bairro Floresta, Região Leste de Belo Horizonte. O caso ocorreu na manhã de quarta-feira. Na tarde desta quinta, a mulher foi localizada e presa novamente.

Ela foi detida primeiramente no Bairro Renascença, Região Nordeste da capital. De acordo com a Polícia Militar (PM), ela estava em uma esquina com um cartaz escrito: “Promoção. Aproveite. 1 é R$ 20, 5 pedra é 10”. Os policiais abordaram e ela alegou que seria usuária de crack. Ao consultar os documentos, viram que ela já tinha mandado de prisão em aberto.

Com ela foram apreendidos nove buchas de maconha, quatro pinos de cocaína, uma faca e R$ 54. Ela disse que o material não seria dela e que o cunhado seria o culpado pela prisão porque ele era responsável por ter anunciado as drogas. A polícia fez buscas pelo homem, mas não o localizou.

Ela foi levada em flagrante e ficou sob escolta policial na Central de Flagrantes 1. De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher conseguiu retirar as algemas e fugir sentido Centro. Os militares da 16ª Companhia de Polícia Militar, que ficaram responsáveis pela guarda da mulher foram levados ao 20º Batalhão para prestar esclarecimentos.

Nesta quinta-feira, a mulher foi localizada no Bairro Concórdia, na Região Nordeste de BH, por volta das 13h30. Segundo a PM, ela estava andando na rua e, após a abordagem, saiu correndo., mas acabou presa. Ela foi levada novamente à Ceflan 1 e, de acordo com a PM, permanece sob “escolta acirrada” até a conclusão da ocorrência.
 
*Estagiária sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz 


Publicidade