Publicidade

Estado de Minas

Norte de Minas já vive clima de deserto e temperaturas ainda devem subir ao longo da semana

Cidades da Região Norte estão sem chuva há mais de 100 dias. BH segue em estado de alerta


postado em 18/09/2019 10:41 / atualizado em 18/09/2019 11:22

Hidratação é fundamental para combater o desconforto causado pela baixa umidade(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
Hidratação é fundamental para combater o desconforto causado pela baixa umidade (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
Calorão, tempo seco e sem previsão da tão esperada chuva. O clima está mesmo quente em Minas Gerais. E, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a chapa vai esquentar ainda mais. Nesta quarta-feira, a mínima registrada no estado foi de 11°C, em Monte Verde, distrito de Camanducaia, no Sul de Minas. A máxima prevista é de 40°C no Triângulo e no Norte do estado.

Cidades no Norte de Minas já enfrentam clima com características de deserto. Sem chuva há mais de 100 dias e com temperaturas na faixa dos 40°C, os índices de umidade do ar estão muito abaixo do recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), na casa dos 12%, o que deixa a região em estado de emergência.

Na capital, o alerta de baixa umidade emitido pela Defesa Civil na segunda-feira (16) segue até sexta-feira (20) . Os índices ficam em torno de 20%, o que já pode acarretar risco à saúde.  Nesta quarta-feira, termômetros registraram mínima de 17°C e a máxima pode chegar aos 34°C. Para quinta-feira (19), a mínima prevista é de 18°C e a máxima de 35°C.
 
Na Zona da Mata, Rio Doce, Mucuri e Jequitinhonha, o tempo fica parcialmente nublado a claro. Nas demais regiões do estado, céu claro, com névoa seca. A névoa seca é um fenômeno causado pela junção da massa de ar com a poluição. O fenômeno pode ficar ainda mais denso e incômodo, caso haja incidência de queimadas, muito comuns nessa época do ano.

Cuidados

A hidratação é uma grande aliada no combate ao desconforto causado pelo clima. Reforçar a ingestão de líquidos é essencial, principalmente  para as crianças e idosos. Para o ambiente, o uso de umidificadores de ar ou bacias de água podem ajudar. Com o tempo seco, o período recomendado para a prática de atividades físicas é antes das 10h e após as 17h. Outras orientações são usar roupas leves, fazer refeições leves, usar sombrinha ou guarda-chuva para andar nas ruas no período mais quente, além de hidratar a pele.  
 
*Estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira 
 


Publicidade