Publicidade

Estado de Minas

Homem invade a casa da ex-companheira e atira nela e nos pais em Minas; ex-sogro morreu

Crime ocorreu na madrugada deste sábado. Segundo a polícia, vítima relatou que ele ainda ameaçou matar o filho que tiveram juntos, que tem 2 anos. Polícia vai pedir prisão preventiva


postado em 14/09/2019 16:56

Até a tarde de sábado, José Amilton Dias Mendes não havia sido localizado(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Até a tarde de sábado, José Amilton Dias Mendes não havia sido localizado (foto: Polícia Militar/Divulgação)


A polícia está à procura de José Amilton Dias Mendes, de 43 anos, principal suspeito de atirar em três pessoas da mesma família e matar uma delas na madrugada deste sábado em Jeceaba, na Região Central de Minas Gerais. As vítimas, segundo a Polícia Militar (PM) são a ex-companheira dele, de 24 anos, a ex-sogra, de 46, e o ex-sogro, de 52, que morreu. A cidade não registrava homicídios desde 2017. 

A polícia foi chamada por vizinhos pouco antes das 5h. A denúncia via 190 dava conta que um homem conhecido como "Copasa" havia atirado seis vezes dentro da casa da ex. Quando os policiais chegaram ao imóvel, que fica no centro da cidade, encontraram vizinhos e familiares. As vítimas já estavam no hospital. 

Conforme a PM, informações dão conta de que o homem invadiu a casa das vítimas por volta das 4h30, chegando a arrombar uma porta. Em seguida, ele fugiu em um Uno branco em direção a Santa Cruz, comunidade na zona rural. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas como o homem de 52 anos estava inconsciente, foi levado ao hospital em um carro particular. A equipe médica realizou manobras de ressuscitação, mas a morte da vítima foi confirmada às 6h18. Ele havia sido atingido por um tiro na cabeça. 

A ex-sogra de José Amilton levou um tiro no peito e a ex-companheira dele, além de levar dois tiros na mesma região, foi esfaqueada. Mesmo ferida, ele conseguiu dizer aos policiais no hospital que ele era o autor do crime e que, antes de fugir, disse que voltaria para matá-la e também o filho que tiveram juntos, uma criança de apenas 2 anos. O menino e o irmão da jovem, de 15, também estavam na casa no momento do crime, mas não se feriram. As duas mulheres foram transferidas ao Hospital Maternidade de Conselheiro Lafaiete. O corpo do homem assassinado foi para o Instituto Médico Legal (IML) do mesmo município. 

Segundo portais de notícias da região, a vítima e o suspeito teriam terminado o relacionamento há sete meses. 

Os policiais foram até a casa do autor, que estava totalmente trancada, como se ele tivesse viajado. Câmeras de segurança de um hotel da região registraram o momento em que o carro usado na fuga passou pela rua em alta velocidade, mas não foi possível identificar a placa. 

Suspeito tem ficha extensa 


A PM da região divulgou nota à população e alerta que ele é considerado
A PM da região divulgou nota à população e alerta que ele é considerado "armado e perigoso" (foto: Polícia Militar/Divulgação)
Por meio de nota, o 31º Batalhão de Polícia Militar de Conselheiro Lafaiete, responsável pela região, divulgou a foto do suspeito do crime, considerado “armado e perigoso”, e pede que a população repasse informações pelos números 190 e 181 (Disque Denúncia). “O autor José Amilton Dias Mendes possui prontuário policial pelo crime de tráfico de drogas, lesão corporal, contrabando ou descaminho, ameaça, desobediência, entre outros”, diz a Polícia Militar. 

“A PMMG lamenta profundamente o ocorrido e se compromete a empreender todos os esforços na localização do autor, e ressalta que desde 2017 não ocorria crime de homicídio na cidade de Jeceaba”, reforça o 31º Batalhão de Conselheiro Lafaiete. Na tarde deste sábado, a Polícia Civil informou que José Amilton continuava foragido e que será solicitada a prisão preventiva dele. 


Publicidade