Publicidade

Estado de Minas

PRF apreende 130 Kg de maconha após perseguição em Uberlândia

Carro que transportava entorpecente bateu em muro quando motorista tentava fugir. Dois homens escaparam e uma jovem de 17 anos foi apreendida


postado em 27/08/2019 08:22 / atualizado em 27/08/2019 10:20

Droga recolhida foi encaminhada para a Polícia Civil, que vai investigar o caso(foto: PRF/Divulgação)
Droga recolhida foi encaminhada para a Polícia Civil, que vai investigar o caso (foto: PRF/Divulgação)
Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, apreenderam 130 quilos de maconha depois de uma perseguição na BR-365, na mesma cidade, no fim da noite desta segunda-feira.

De acordo com a PRF, por volta das 22h30 um veículo foi abordado com sinal sonoro de parada por policiais do posto da BR-365, mas o motorista responsável pelo carro, uma Belina, não obedeceu e fugiu da abordagem.

Alguns quilômetros depois o motorista entrou no Bairro Zulmira, passando por várias ruas internas em alta velocidade. Os policiais continuaram acompanhando o carro até a Avenida Juscelino Kubitscheck, em um trecho de via marginal da BR-365 sem saída. O carro acabou acertando um muro e dois homens conseguiram fugir a pé.

Eles abandonaram uma jovem de 17 anos no banco do passageiro e o porta-malas abarrotado de tabletes de maconha e também de skunk, tipo de maconha mais concentrada. A garota disse aos policiais que eles tinham acabado de pegar a droga em um posto de gasolina de um homem que estava com uma carreta estacionada no pátio do estabelecimento.

Ela disse também que o motorista era seu namorado, que é o dono do carro, e um amigo. A jovem disse que sabia que eles estavam transportando droga para venda em Uberlândia, mas não quis dizer para onde o material seria levado.

A PRF contou com a ajuda da PM para procurar os dois fugitivos, mas ninguém foi preso, assim como nada foi encontrado em nenhum posto de combustíveis da região. A contabilização final da droga apontou 122 tabletes de maconha e 15 tabletes de skunk, totalizando 130 quilos de entorpecentes. A Polícia Civil vai investigar o caso.


Publicidade