Publicidade

Estado de Minas

Coronel da PM invade sala de aula e ameaça alunos e professores

Caso, que repercute nas redes sociais, ocorreu no prédio do curso de Direito da Newton Paiva. Professora pede escolta para deixar faculdade


postado em 23/08/2019 16:48 / atualizado em 23/08/2019 17:31

O pai de uma aluna entrou em uma sala de aula da faculdade Newton Paiva, no Bairro Caiçara, na Região Noroeste de Belo Horizonte, para ameaçar alunos e professores. Estudantes denunciam que o caso aconteceu na noite da última quinta-feira no prédio do curso de Direito. 

Testemunhas contaram que o Coronel da Polícia Militar Alberto Luiz entrou na sala de aula "muito alterado" procurando por uma aluna. Ele dizia que ela estava praticando bullying contra sua filha.

"Eu não gosto que façam qualquer palhaçada com minha filha. Eu sou pai. Nao me interessa se é sua aula", repetia o coronel, em áudio divulgado em redes sociais. "Se esse moço está com algum problema, pode vir conversar comigo", disse ele, ao se referir a um outro aluno.

A docente se mostra tão assustada que pede para que seja escoltada ao sair da faculdade com medo da ação do pai.

O Estado de Minas tentou contato com Coronel da Polícia Militar Alberto Luiz, mas não teve retorno até a publicação desta matéria. 

Em nota, a assessoria da Newton Paiva disse: "A Newton lamenta o ocorrido e mantém seus valores de acolhimento e apoio a todos os seus alunos, professores e colaboradores, indiscriminadamente."

A Newton esclarece que foi surpreendida pelo fato e que, nesse momento, "está apurando todas as circunstâncias para tomar as medidas cabíveis, resguardar a ordem, a segurança na instituição e oferecer, a todos os envolvidos, a assistência necessária para a superação do episódio".

A assessoria de imprensa da Polícia Militar disse que não vai se posicionar sobre já que o militar é da reserva.


Publicidade