Publicidade

Estado de Minas

Público escolheu o nome da cobra de estimação da Funed, em BH; saiba qual foi

Anúncio foi feito durante as comemorações de 112 anos da Fundação Ezequiel Dias


postado em 02/08/2019 17:19 / atualizado em 02/08/2019 18:24

A cobra foi batizada com o nome de
A cobra foi batizada com o nome de "Jiboned", a junção de jiboia e Funed (foto: Léo Noronha/Funed/Divulgação)

Jiboned. Junção de jiboia e Funed. Depois de duas semanas de votações, o público elegeu o nome da jiboia de estimação da Fundação Ezequiel Dias (Funed), encontrada há três anos na Praça da Liberdade, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. A escolha foi anunciada durante as comemorações do aniversário de 112 anos da fundação, na tarde desta sexta-feira.

O público ajudou a definir o nome do réptil, que ainda poderia ser Jigi, ou Judith. Contudo, Jiboned foi o ganhador, com 57% dos votos. O nome foi escolhido pela equipe de Educação Ambiental do Jardim Zoológico de BH.

Com a presença do gerente do Jardim Zoológico de Belo Horizonte, Humberto Melo, da gerente de Educação Ambiental do Jardim Zoológico, Najda Simbera, e do vice-presidente da Funed, Rodrigo Leite, o nome foi anunciado para o público no Serpentário da Fundação.

Segunda maior serpente do Brasil, a jiboia pode chegar a 3 metros de comprimento. Ela não tem veneno e mata suas presas, entre elas aves e pequenos mamíferos, por asfixia. 

“Por seu importante papel na produção de soro antiofídico, a Funed, por muitos anos, foi conhecida em Belo Horizonte como 'o Instituto das Cobras'. Portanto, nada mais lógico do que ter um desses fascinantes animais como mascote da casa”, defendeu a fundação.

Aberto para visitação

Atualmente, o Serpentário da Funed tem cerca de 200 cobras. “O setor recebe e cria serpentes e escorpiões, principalmente para a extração de venenos para a produção de soro e fornecimento para pesquisas, além de atuar na difusão de conhecimento sobre animais peçonhentos para a população em geral”, explica a Fundação. 

serpentário funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 11h e das 13h às 15h. Também é possível agendar visitas para grupos com mais de 10 pessoas ou pelo programa portas abertas. Clique aqui para mais detalhes.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade