Publicidade

Estado de Minas

Casal de cobras de 1,6 metro é capturado em quintal de casa na Grande BH

Os répteis escolheram um pé de mexerica para se acasalarem. A família levou um susto, e pediu ajuda para o Corpo de Bombeiros


postado em 23/06/2019 14:31 / atualizado em 23/06/2019 14:57

(foto: Divulgação Corpo de Bombeiros)
(foto: Divulgação Corpo de Bombeiros)

Uma ocorrência atendida pelo Corpo de Bombeiros, na tarde desse sábado (22), poderia até ser um registro fofinho, caso os envolvidos não fosse um casal de cobras. Elas escolheram um pé de mexerica do quintal de uma casa, em Sabará, na Grande BH, para se acasalarem

A família, como era de se esperar, levou um susto ao se deparar com a cena e pediu ajuda para os militares. E não era para menos. Segundo o Cabo Alexandre, que atendeu a ocorrência, os répteis da espécie caninana tinham cerca de 1,6 metro. “Foi realmente uma situação inusitada. A residência fica próxima a uma mata. Provavelmente o casal de cobras foi até lá a procura de alimento”, disse o bombeiro. 

Apesar de causar susto por causa do tamanho, as cobras desta espécie não são perigosas.  “A caninana não é venenosa, mas é uma das cobras mais ágeis do Brasil, movimenta-se por terra e pelas árvores com muita facilidade”, explicou o militar.  “É uma espécie muito bonita, com escamas na cor amarela e preta”, completou.

Os militares usaram um gancho e uma caixa para fazer a captura das cobras, que foram soltas em uma área de preservação ambiental. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade