Publicidade

Estado de Minas

Polícia prende pai suspeito de estuprar e engravidar filha de 17 anos em Contagem

Homem marcou encontro com a adolescente e foi preso pela polícia


postado em 24/07/2019 16:00 / atualizado em 24/07/2019 16:44

Revoltado, familiares deram facadas no pai da adolescente, que foi levado para Hospital João XXIII(foto: Google Street View/Reprodução)
Revoltado, familiares deram facadas no pai da adolescente, que foi levado para Hospital João XXIII (foto: Google Street View/Reprodução)

A Polícia Militar (PM) prendeu nesta quarta-feira um homem de 63 anos suspeito de estuprar a filha de 17 anos. Ontem, a adolescente denunciou o pai, que havia fugido, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ela disse que era estuprada e ameaçada por ele há três anos e desconfia que a criança que teve, atualmente com 2 anos, pode ser filha dele. O homem nega as acusações.

Na manhã desta quarta-feira, o pai teria ligado para a adolescente por volta das 9h30 marcando um encontro. Ela comunicou à polícia, que a acompanhou de longe e fez a prisão. Os policiais que atenderam a ocorrência acreditam que o homem queria fazê-la desistir de registrar a queixa.

O pai da adolescente estava machucado. Revoltado, um familiar teria ferido o suspeito com duas facadas nas costas. Ele foi encaminhado para o Hospital João XXIII, onde recebe atendimento médico. Quando liberado, o homem será encaminhado para a Delegacia Especializada de Crimes Contra a Mulher.

A ocorrência

O caso ocorreu no Bairro Jardim Bandeirantes. Segundo a Polícia Militar (PM), a adolescente contou que passou a morar com o pai em 2016, quando a mãe dela ficou doente na cidade em que viviam, no Campo das Vertentes. Na época, ela tinha 14 anos. 

(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)
De lá para cá, ela foi estuprada pelo pai várias vezes. Conforme a PM, ela disse que nunca contou a ninguém por medo, já que ele a ameaçava de morte ou dizia que a expulsaria de casa ou a entregaria ao Conselho Tutelar. 

Na noite passada, ela estava dormindo quando acordou com o pai na cama tocando as partes íntimas dela. A jovem disse que o empurrou e saiu correndo, pedindo ajuda a uma amiga, que contou o caso para o irmão da adolescente. O rapaz foi pedir explicações ao pai. Eles começaram a brigar e o suspeito fugiu. 

Durante o registro da ocorrência, a jovem falou da desconfiança de que a gravidez que teve pode ter sido resultado dos estupros cometidos pelo pai. Ela também solicitou medidas imediatas de proteção, já que teme pela sua integridade e a da criançaa. A adolescente foi levada para a Delegacia de Plantão de Contagem, onde passará por exame de corpo de delito.
 
*Estagiária sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade