Publicidade

Estado de Minas

Mais um adolescente sofre ferimentos graves provocados por linha chilena em Minas

Garoto de 13 anos teve cortes profundos nas duas pernas quando caminhava com o pai em Varginha, na Região Sul de Minas Gerais. Na Grande BH, adolescente segue internado


postado em 22/07/2019 17:07 / atualizado em 22/07/2019 17:27

Linha chilena que feriu adolescente foi apreendida(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Linha chilena que feriu adolescente foi apreendida (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
O cerol ou linha chilena, material ainda mais potente, continua a provocar vítimas em Minas Gerais. Um adolescente de 13 anos sofreu ferimentos graves, na tarde desta segunda-feira, depois de ter as duas pernas cortadas em Varginha, no Sul do Estado. O garoto caminhava com o pai na calçada quando acabou atingido pela linha, que se enroscou em uma moto. Ele foi socorrido e encaminhado para o hospital. Na Grande BH, um menino de 15 anos segue internado e pode ter a perna amputada depois de ser atingido por uma linha chilena.

O caso do Sul de Minas aconteceu nesta tarde. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima caminhava com o pai na calçada, no Bairro Vila Barcelona. Quando estava próximo a Escola Municipal José Camilo Tavares, acabou tendo a perna atingida por uma linha chilena. Testemunhas contaram que o material se enroscou na catraca de uma moto, o que serviu como uma guilhotina.

O garoto recebeu os primeiros atendimentos de um enfermeiro que presenciou o fato. Ele fez uma atadura nos ferimentos. Os militares chegaram e levaram a vítima para o pronto-socorro da cidade.

Segundo o Corpo de Bombeiros, próximo ao local aonde o garoto se feriu, várias crianças e adolescentes empinavam papagios e pipas fazendo uso de cerol e linha chilena. Um menino, de 11 anos, que seria o dono do material que atingiu a vítima, foi identificado. A Polícia Militar (PM) foi acionada.

Grande BH


Caso semelhante aconteceu nesse fim de semana em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Um adolescente de 15 anos foi atingido na altura dos joelhos por uma linha chilena que se prendeu e foi arrastada por um ônibus, passando com pressão e provocando um corte profundo. Ele está no Centro de Terapia Intensiva (CTI) e o quadro de saúde requer cuidados. Segundo a assessoria de imprensa do Hospital Regional de Betim, a amputação não está decartada.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade