Publicidade

Estado de Minas

PM pula no Rio São Francisco e perde bens pessoais para impedir suicídio

Segundo o policial, mulher enfrenta um quadro de depressão e pulou numa parte funda do manancial após perder um ente querido


postado em 10/07/2019 21:46 / atualizado em 10/07/2019 21:53

Trecho do Rio São Francisco em São Romão, na Região Norte de Minas(foto: Reprodução/Google Street View)
Trecho do Rio São Francisco em São Romão, na Região Norte de Minas (foto: Reprodução/Google Street View)

 

O ato heroico de um policial militar lotado no pelotão de São Romão, na Região Norte de Minas Gerais, impediu que uma mulher tirasse a própria vida nesta quarta-feira (10). Há três anos e meio servindo à corporação, soldado Heitor, como é conhecido entre os colegas, voltava do almoço, por volta das 13h, quando recebeu o chamado pelo rádio da PM.


Segundo o soldado, de imediato, ele se deslocou ao Rio São Francisco, onde a mulher estava conforme o informado pelo solicitante. Lá, avistou uma canoa ocupada por uma mulher, já com as pernas dentro do curso d'água.


Ao perceber a presença do militar, a vítima imediatamente se atirou na água, o que obrigou o PM a ter uma reação rápida. “Eu não pensei muito. Quando vi que ela havia pulado, me joguei junto na água. Perdi celular e minha carteira, mas o importante era salvar uma vida. O local que ela estava era muito fundo e a correnteza é realmente muito forte”, disse ao Estado de Minas.


Durante o salvamento, o peso da mulher e da farda da corporação trouxe dificuldades ao militar. Contudo, ele obteve sucesso na operação. “Quando cheguei às margens, logo coloquei a vítima na viatura e a levei para o hospital”.


Ainda de acordo com o soldado, no hospital, a mulher recebeu atendimento médico e foi liberado. Heitor ainda a levou até sua casa, também situada no município de São Romão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade