Publicidade

Estado de Minas

'Você doaria seu agasalho?': banca de revista faz campanha para aliviar o frio

Além de roupas e calçados, trajes para cães e gatos estão inclusos. Ação de comerciante na área hospitalar de Belo Horizonte chama atenção de quem passa pela rua


postado em 09/07/2019 16:00 / atualizado em 09/07/2019 17:35

Banca Totaro promove ação solidaria doando agasalhos e calcados para pessoas carentes(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Banca Totaro promove ação solidaria doando agasalhos e calcados para pessoas carentes (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)

O frio aumenta e a solidariedade também. Incomodado com a situação de pessoas carentes, o dono de uma banca de revistas na Avenida Brasil, no Bairro Santa Efigênia, Região Leste de Belo Horizonte, resolveu ajudar. Franklin Oliveira, de 50 anos, já conhecido na capital pela proteção dos animais, abriu um varal de agasalhos no seu comércio.

A ação solidária começou nessa segunda-feira e já contribuiu com a distribuição de cerca de 80 peças, entre agasalhos, calçados e roupas para os pets. “Tive a ideia de pedir os amigos pra mandar os agasalhos. Esvaziei o meu armário e começamos ontem a distribuir”, contou.

A campanha, que começou nas redes sociais, incentiva os moradores da região a contribuírem também. “Você doaria seu agasalho para quem não tem?”. Com a mensagem convidativa, pessoas passam pelo local e voltam com contribuições ao varal. 

“É muito triste a situação das pessoas com frio nas ruas. Eu fico feliz em poder ajudar, estender as mãos para quem precisa, sejam as pessoas ou os animais. Se a gente está vivo, mesmo que seja lutando a trancos e barrancos, temos que agradecer da maneira que for”, disse Franklin.

Franklin é responsável pela banca há quatro anos e esta é a segunda vez que realiza a campanha. A preocupação surgiu do seu dia a dia na área hospitalar, onde reúne moradores de rua e pacientes dos hospitais que muitas vezes chegam do interior de Minas, sem preparação para enfrentar o frio. 

Adriane Mitraud, de 54 anos, passou pelo local e elogiou a ação. “Parabéns pra ele. Adorei essa ideia, ainda mais em tempos congelantes. Tem muita gente que precisa. Eu achei fantástico. Com certeza vou doar também”, disse.

Adriane Mitraud passou pelo local e apoiou a iniciativa(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Adriane Mitraud passou pelo local e apoiou a iniciativa (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)


Emocionado, o vendedor chora ao relembrar do que recebeu em troca com sua atitude. “Eu vi na cara das pessoas, a alegria de cada um. E é tão pouco. Não custa nada ajudar. Não importa a história, o porquê dela estar na rua. O que importa é que ela está precisando e, se eu puder ajudar já é um passo importantíssimo”.

Quando perguntado se tem filhos, Franklin afirmou que hoje tem 103. É que o comerciante abriga cães e gatos recolhidos das ruas, oferece cuidados e depois os disponibiliza para adoção.

Como contribuir?

Um casal do interior em tratamento de tuberculose sem lugar para ficar. Uma vendedora de água de coco no semáforo com seis filhos para criar. Um morador de rua que anda de chinelo por falta de tênis. Uma moradora de rua protetora de um cachorro. Esses são exemplos de vidas que já foram protegidas do frio pela banca solidária.

Para ajudar a estender o varal, é só levar sua peça, de segunda à sexta, das 7h às 18h30, na banca na Avenida Brasil, em frente ao Teatro da Maçonaria. O vendedor promete que a ação vai continuar enquanto o frio persistir.

Franklin Oliveira, proprietário da banca, fica feliz em poder ajudar(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Franklin Oliveira, proprietário da banca, fica feliz em poder ajudar (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)


Para aquecer corações

Outra atitude promete manter pessoas aquecidas. Uma campanha para arrecadar agasalhos foi organizada pelo Grupo Iluminata. As doações e distribuições são feitas no Varal Solidário instalado pelo grupo no Bairro Padre Eustáquio, na Região Noroeste de Belo Horizonte.
Varal solidário no Bairro Padre Eustáquio(foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)
Varal solidário no Bairro Padre Eustáquio (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)

Confira abaixo outras iniciativas de arrecadação de agasalhos e cobertores na capital:

Grupo Iluminata 

Recolhe agasalhos, cobertores e meias para distribuir nas noites de frio na capital mineira. O projeto surgiu em 1999 e ajudou no ano passado pelo menos 250 pessoas em situação de rua. O trabalho voluntário conta com a ajuda de 15 pessoas. Interessados em doar devem entrar em contato pelo instagram (@grupoiluminata) ou pelo telefone (31) 99135-9544.

Acolhida Solidária Dom Luciano Mendes de Almeida

A iniciativa integra o Vicariato Episcopal para a Ação Social e Política da Arquidiocese de Belo Horizonte e promove campanha de arrecadação de roupas, agasalhos e cobertores. Ampara dependentes químicos, pessoas que vivem nas ruas, vítimas de violência doméstica, crianças e idosos em vulnerabilidade social. Doações podem ser entregues na Mitra Arquidiocesana, na Avenida Brasil, 2.079, Savassi, Centro-Sul de BH, ou na sede do vicariato, na Rua Além Paraíba, 208, Bairro Lagoinha, Noroeste da capital. Informações: (31) 3422-7141.

#CalorHumano

Uma das maiores campanhas de doação de agasalhos de BH chega à quinta edição contando com quase 30 postos de coletas espalhados em diversos pontos da capital. Doações podem ser feitas até o fim de julho, em pontos como a sede do Servas (Avenida Cristóvão Colombo 683 – Funcionários), unidades do Supermercado Verdemar, unidades do Tribunal de Justiça e do Ministério Público. A lista completa está no site www.servas.org.br.
 

* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade