Publicidade

Estado de Minas

Após troca de tiros, PRF apreende 600 quilos de maconha em Juiz de Fora

A droga estava escondida em um caminhão encontrado dentro de uma propriedade às margens da BR-267. Um homem foi preso


postado em 08/07/2019 18:46

Droga estava escondido em compartimento secreto de caminhão(foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) / Divulgação)
Droga estava escondido em compartimento secreto de caminhão (foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) / Divulgação)

Fiscalização de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF) terminou em uma grande apreensão de drogas nesta segunda-feira em Juiz de Fora, na Região da Zona da Mata. Agentes suspeitaram de um veículo que trafegava pela BR-267 e o perseguiram. A caminhonete seguiu para uma propriedade às margens da rodovia onde tinha um caminhão. Na abordagem, houve troca de tiros e parte da quadrilha fugiu. Em um caminhão, que estava no local, foram encontrados 600 quilos de maconha.



A ação aconteceu por volta das 13h30. De acordo com a PRF, os agentes faziam a fiscalização de rotina que avistaram a Strada, com placas de Carangola, com os ocupantes em atitude suspeita. O veículo seguiu pela rodovia e adentrou em uma estrada de terra. Os policiais fizeram buscas nas propriedades e avistaram o automóvel, junto com um caminhão.

Quando os agentes se aproximaram, três criminosos correram para uma mata. Enquanto isso, outro atirou contra os policiais, que revidaram. Ninguém ficou ferido. Buscas foram feitas na região, mas nenhum homem foi encontrado. Um ocupante da caminhonete, de 34 anos, acabou presos. No veículo foi encontrado diversos materiais que seriam utilizados para transportar o entorpecente. Em outra pick up, que estava no local, foi apreendido um tablete de maconha e parafusadeira.

No caminhão, durante buscas minuciosas, os agentes encontraram um compartimento secreto no teto do baú. Lá, estavam escondidos 600 tabletes de maconha. Durante a contagem do material, dois advogados, que disseram terem sidos contratados pelo dono da propriedade, se apresentaram.

O material e o homem preso foram encaminhados para a delegacia da Polícia Federal em Juiz de Fora.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade