Publicidade

Estado de Minas

Sete pessoas ficam feridas após ataque de abelhas em Montes Claros

As vítimas, entre elas três bombeiros, tiveram que receber atendimento médico


postado em 05/07/2019 15:47 / atualizado em 05/07/2019 18:19

Bombeiros combatem enxame em Montes Claros(foto: Mauro Miranda Ferreira/Divulgação)
Bombeiros combatem enxame em Montes Claros (foto: Mauro Miranda Ferreira/Divulgação)

Um ataque de abelhas deixou ao menos sete pessoas feridas na tarde desta sexta-feira em Montes Claros, no Norte de Minas. Dentre as vítimas, três militares foram atingidos. O Corpo de Bombeiros bloqueou a passagem de pedestres pela Avenida Mestra Fininha, próximo a Escola Estadual Professor Plínio Ribeiro, no Bairro Jardim São Luiz, onde há risco de outras pessoas serem picadas. 

Segundo o Corpo de Bombeiros, o enxame estava em uma árvore de cerca de 15 a 17 metros de altura, em frente a casa onde morou o artista plástico Konstantin Christoff, já falecido. Por razões ainda desconhecidas, as abelhas, que seriam da espécie africana, tornaram-se agressivas e passaram atacar as pessoas que passavam pelo local.

Mulher de 68 anos, vítima de picadas de abelhas, atendida em hospital em Montes Claros(foto: Wesley Gonçalves/Divulgação)
Mulher de 68 anos, vítima de picadas de abelhas, atendida em hospital em Montes Claros (foto: Wesley Gonçalves/Divulgação)
As vítimas foram levadas para o Hospital Universitário Clemente de Faria. De acordo com o hospital, os três militares foram medicados e liberados. Quatro moradores continuam em observação.

O caso mais grave é de uma mulher, de 68 anos, que sofreu 25 picadas, recebeu atendimento médico, mas permanece com vômitos e dores. As picadas atingiram todo o corpo, inclusive braços, rosto e tronco.

Com o uso de roupas especiais, os bombeiros adotaram técnicas para conter o enxame. A corporação informou ainda que na noite desta sexta-feira, deve retornar ao local para fazer a captura da abelhas

De acordo com o Corpo de Bombeiros, nesta época do ano é comum o aumento dos enxames. A recomendação é não mexer com os insetos. “Caso se depare com abelhas, evite o contato direto. Não pode mexer, colocar fogo ou fumaça. Se elas estiverem agitadas e tiver risco, o morador deve chamar os bombeiros ou algum apicultor para realizar os procedimentos corretos”, explicou o tenente Dilson Veloso Dias Junior.


O que fazer se for atingido por abelha

O Corpo de Bombeiros recomenda que, em caso de picada de abelha, a vítima deve estar atenta à quantidade de picadas. Se a quantidade for grande, a indicação é procurar atendimento médico. 

Em caso de crianças, idosos ou pessoas alérgicas, eles devem ser encaminhados urgentemente ao hospital de referência.

“Tem que ficar atento pois, dependendo da quantidade de picada, as pessoas podem entrar em choque, perder a respiração, a consciência e até desmaiar”, alertou o bombeiro.
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


Publicidade