Publicidade

Estado de Minas

Idoso cearense que estava perdido em BH há três dias é encontrado no zoológico

Guarda Municipal e Polícia Civil localizaram o homem confuso e debilitado durante uma ação conjunta


postado em 02/07/2019 15:49 / atualizado em 02/07/2019 19:21

Reencontro emocionante da família com o aposentado desaparecido(foto: Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção/Divulgação)
Reencontro emocionante da família com o aposentado desaparecido (foto: Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção/Divulgação)

Um final feliz selou a agonia vivida pelo familiares do aposentado cearense Luiz Costa da Mota, de 67 anos. Agentes da Guarda Civil Municipal de Belo Horizonte localizaram o idoso nas imediações do zoológico, na Região da Pampulha, quando ele vagava pelas ruas na manhã desta terça-feira. Ele estava desaparecido desde o último sábado.

O homem estava aparentemente confuso e debilitado, o que chamou a atenção dos guardas, que o abordaram e ofereceram ajuda. Durante a conversa com o aposentado, eles conseguiram descobrir o nome e a origem de Luiz. A partir daí, o contato feito pelo agentes com a Divisão de Referência da Pessoa Desaparecida, da Polícia Civil, elucidou a história.

Portador de sofrimento mental, Luiz tinha se perdido do filho, Edson Lima da Mota, quando os dois viajavam de avião, vindo do Ceará com destino a São Paulo. O drama dos familiares do idoso teve início quando Luiz, durante uma escala do voo no Aeroporto de Confins, desembarcou  do avião sem que o filho Edson notasse.

Trajeto

Em poucos minutos o aposentado saiu do aeroporto, embarcou em carro que faz transporte de passageiros por aplicativo e, a partir de então, não foi mais visto pelo filho. Desde sábado Luiz passou a ser visto andando sem rumo, nas imediações do zoológico, enquanto a família se mobilizava para descobrir seu paradeiro.

O contato feito pelos agentes com a Polícia Civil revelou que Luiz já possuía alerta de desaparecimento lançado na rede de segurança pública do Estado. Os próprios policiais civis tinham feito o monitoramento das redes sociais, identificando o filho Edson, bem como o convidado a confeccionar o cartaz do desaparecimento.

Outro caso

Um idoso de 64 anos, que estava desaparecido há quase cinco anos, foi encontrado no último domingo em Belo Horizonte. O homem – que apresenta quadro de esquizofrenia –, é do Rio de Janeiro e tinha registro de sumiço desde 20 de dezembro de 2014, quando a irmã dele informou a polícia da capital fluminense.
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade