Publicidade

Estado de Minas

Garotos com idades entre 10 e 16 anos são detidos após furtarem bicicletas

Os quatro garotos foram encontrados com as bikes em Ribeirão das Neves, na Grande BH


postado em 01/07/2019 15:14 / atualizado em 02/07/2019 13:49

Garotos foram flagrados com bicicletas compartilhadas(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A.Press)
Garotos foram flagrados com bicicletas compartilhadas (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A.Press)

A 'brincadeira' de duas crianças e dois adolescentes terminou mal na madrugada desta segunda-feira em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O grupo furtou bicicletas compartilhadas que estavam em uma praça no Bairro Xangri-lá, e acabou detido no Bairro Nova Pampulha.

Militares do 40º Batalhão da Polícia Militar (PM) faziam uma operação quando avistaram os quatro garotos nas bicicletas. Chamou a atenção dos policiais o alarme das bikes, que estava disparado. Por isso, os quatro foram abordados.

As duas crianças, de 10 e 11 anos, e os dois adolescentes, de 14, informaram que estavam na Savassi, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, onde pediam dinheiro no semáforo. Depois, deixaram o local e seguiram para Ribeirão Neves.

Na versão dos garotos, que consta no boletim de ocorrência da PM, eles contam que passaram em uma praça no Bairro Xangri-lá, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte, e encontraram as bicicletas. Com isso, resolveram pegá-las. Os representantes das empresas responsáveis pelas bicicletas foram acionados e confirmaram os furtos.

Uma das crianças foi entregue à mãe e o outro à uma conselheira tutelar, pois os responsáveis não foram encontrados. Os dois adolescentes foram encaminhados para a delegacia de plantão de Ribeirão das Neves.

Por meio de nota, a Grow, empresa responsável pelas bicicletas, informou que monitora todos os seus equipamentos e encaminha para a sua oficina aqueles que precisam de eventuais reparos. “A empresa lembra que as suas bicicletas foram desenvolvidas com peças exclusivas, que não se adaptam a outros modelos. Além disso, todas as bicicletas e patinetes Grow são rastreados por sistema GPS - o que já levou à recuperação dos equipamentos e à apreensão de pessoas envolvidas nesses casos”, disse.

A empresa ressaltou que conta com um time de guardiões - sua equipe de rua, destinada ao monitoramento e organização das operações -, mantém contato frequente com autoridades e também recebe denúncias feitas pelos próprios usuários, a partir das quais atua na recuperação dos equipamentos.


Publicidade