Publicidade

Estado de Minas

Motoristas de aplicativos protestam no Centro de Belo Horizonte

Manifestação fechou parte da Avenida Afonso Pena. Condutores reclamam de emendas em projeto de lei para regulamentar o serviço


postado em 01/07/2019 11:08

Com cartazes, motoristas de aplicativos fecharam uma faixa da Avenida Afonso Pena nesta manhã(foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)
Com cartazes, motoristas de aplicativos fecharam uma faixa da Avenida Afonso Pena nesta manhã (foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)


Motoristas que atuam no transporte de passageiros por aplicativos em Belo Horizonte participam de uma manifestação na manhã desta segunda-feira em frente a prefeitura, no Centro da capital. 

De acordo com o Sindicato dos Condutores de Veículos que Utilizam Aplicativos do Estado de Minas Gerais (Sicovapp-MG), o motivo do protesto é o Projeto de Lei 490/18, que pretende regulamentar a modalidade na capital. 

Segundo a categoria, as emendas ao projeto vão restringir as atividades dos condutores. Entre elas está a exigência de idade veicular máxima de cinco anos, o que afetaria 53% dos 35 mil motoristas do Uber em BH e região metropolitana, segundo a entidade. 

(foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)
(foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)


Nesta manhã, eles foram para a porta da prefeitura e fecharam parte da Avenida Afonso Pena no sentido Mangabeiras. Por volta das 10h50, os manifestantes foram para a calçada e liberaram a via. Ainda não há data para que o projeto seja votado na Câmara Municipal. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade