Publicidade

Estado de Minas

Preso homem que atacou ao menos seis mulheres em bancos de BH

Investigações apontaram que os crimes eram cometidos sempre aos domingos em agências bancárias da Região Centro-Sul de Belo Horizonte


postado em 17/06/2019 14:31 / atualizado em 17/06/2019 14:43

Homem atacava as vítimas com violência (foto: Polícia Civil / Divulgação)
Homem atacava as vítimas com violência (foto: Polícia Civil / Divulgação)

Os clientes de banco se sentem seguros em agências bancárias por causa do monitoramento 24 horas por dia. Mas, a atuação de um criminoso impôs medo e deu prejuízos a vários moradores em Belo Horizonte. Ao menos seis pessoas foram atacadas pelo homem, que agia, na maioria das vezes, nos arredores da Praça Raul Soares, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. As vítimas eram todas as mulheres que fizeram saques em caixas eletrônicos no domingo, onde a movimentação nas agências é menor.

As investigações tiveram início depois que vários roubos foram relatados na Região do Barro Preto.   Segundo a Polícia Civil,  Luiz Carlos da Silva Paula, de 22 anos, agia sempre da mesma forma. Ele aguardava na porta da agência, sempre aos domingos, quando o movimento é menor. Quando a vítima, mulher, entrava e realizava o saque, o homem atacava.

“Ele entrava logo depois da vítima e esperava a retirada do dinheiro do caixa automático. Usando sempre de violência e grave ameaça, ele subtraía o valor e, evidentemente, outros objetos de calor, como celulares, e outros bens”, explicou o delegado José Luiz Quintão. Segundo ele, em algumas ações, o homem chegou a dar um golpe, conhecido como 'gravata', em algumas das vítimas.

Diante das suspeitas, equipes da 3ª delegacia montaram uma operação para prender o homem. Nesse domingo, os agentes, à paisana, ficaram de campana na porta de uma agência bancária e conseguiram surpreender o autor.

Prisão aconteceu no domingo depois de campana da Polícia Civil(foto: Polícia Civil / Divulgação)
Prisão aconteceu no domingo depois de campana da Polícia Civil (foto: Polícia Civil / Divulgação)


“Assim que uma mulher entrou na agência, um rapaz moreno, alto de moletom vermelho, que já foi utilizado em outros crimes, entrou também. A equipe aguardou um pouco e entrou em seguida. Os policiais já surpreenderam ele agarrando a vítima e praticando o assalto. De pronto, foi preso e não reagiu”, disse o delegado. O autor foi encaminhado para a delegacia. Já foi feito à Justiça um mandado de prisão preventiva contra ele.

Assaltos em série


A violência praticada pelo autor aconteceu em vários domingos seguidos. Segundo o delegado José Quintão, ao menos seis pessoas já o reconheceram. “Outras vítimas já compareceram na delegacia, já o reconheceram, e agora o trabalho é esse, de continuar chamando as vítimas para que faça o reconhecimento formal”, disse.

A polícia acredita que novas pessoas devem procurar a delegacia. “A divulgação dele é importante para que outras vítimas que não tenha procurado a polícia e nem feito um boletim de ocorrência assim o faça. Seis vítimas já foram catalogadas. Vale ressaltar que ele utilizou o moletom vermelho em alguns crimes e é gago”, comentou o delegado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade