Publicidade

Estado de Minas

Carro abarrotado de tênis falsificados é parado a caminho de shopping popular

Agentes da PRF encontraram 312 pares de tênis sem notas fiscais em carro de passeio com placas do Mato Grosso que vinha de Nova Serrana para Belo Horizonte


postado em 15/06/2019 15:37 / atualizado em 15/06/2019 15:55

Carro repleto de pares de tênis falsificados foi parado pela PRF na BR-262(foto: Divulgação/PRF)
Carro repleto de pares de tênis falsificados foi parado pela PRF na BR-262 (foto: Divulgação/PRF)
Policiais rodoviários federais que participam da Operação Copa América 2019 apreenderam 312 pares de tênis falsificados em um carro, por volta das 13h deste sábado (15), na BR-262. O veículo abarrotado de calçados que são cópias piratas de calçados de quatro marcas internacionais foi parado e vistoriado na altura do KM 355, em Betim, na Grande BH.

Dentro do automóvel, com placas de Cuiabá, estava um casal e uma criança. O condutor, que seria pai do menino, disse aos policiais que vinha de Nova Serrana, onde adquiriu os produtos sem nota fiscal. Declarou também que os artigos foram produzidos nessa mesma cidade.

O motorista informou, ainda, que os tênis falsificados seriam revendidos num shopping popular no Centro da capital mineira, sem dizer, contudo, em qual loja exatamente seriam vendidos.

Os calçados apreendidos imitavam quatro marcas conhecidas e seguiam para shopping popular em BH(foto: Divulgação/PRF)
Os calçados apreendidos imitavam quatro marcas conhecidas e seguiam para shopping popular em BH (foto: Divulgação/PRF)
O homem que foi detido responde por crime contra a propriedade industrial, previsto no Artigo 190 da Lei 9.279/1996, que pune com prisão de um ano a três meses e multa para quem comete crime contra registro de marca por importar, exportar, vender, oferecer ou expôr à venda, ocultar ou ter em estoque produto assinalado com marca ilicitamente reproduzida ou imitada, de outrem, no todo ou em parte.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade