Publicidade

Estado de Minas

Homem que queimou viatura da PM em Carlos Chagas vai para presídio

Crime ocorreu durante na madrugada de segunda feira e PM suspeita de retaliação a abordagem. Homem chegou a pular em um rio para fugir da polícia


postado em 11/06/2019 12:24 / atualizado em 11/06/2019 12:37

Suspeito do crime foi localizado após denúncia via 190. Ele tentou se esconder em um rio(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Suspeito do crime foi localizado após denúncia via 190. Ele tentou se esconder em um rio (foto: Polícia Militar/Divulgação)


A Polícia Militar (PM) confirmou a prisão do homem de 34 anos suspeito de incendiar uma viatura da corporação nessa segunda-feira em Carlos Chagas, no Vale do Mucuri. O crime ocorreu durante a madrugada e o homem foi localizado na tarde passada. Ele tentou escapar da polícia a nado em um rio da cidade. 

A ação ocorreu por volta da 1h de ontem. Os militares estavam no quartel para fazer um lanche e pararam o veículo na porta da unidade. Em entrevista ao em.com.br nessa segunda, o cabo Charles Freitas disse que o homem incendiou um dos pneus dianteiros da viatura. O policial que atende as ligações do 190 ouviu um barulho e avistou um clarão. Ele chegou a pensar que fosse um ataque a banco, mas ao sair viu o criminoso correndo. 

Os policiais não conseguiram conter as chamas e o veículo foi completamente destruído. O carro era de 2017. A suspeita da polícia é de que o incêndio tenha sido uma retaliação a uma ação policial.  “Na última semana fizemos uma grande apreensão de materiais que foram furtados por ele. O autor acabou que não foi preso”, disse o cabo Freitas ontem. 

Veículo de 2017 foi incendiado na madrugada de segunda-feira(foto: Reprodução da internet/WhatsApp)
Veículo de 2017 foi incendiado na madrugada de segunda-feira (foto: Reprodução da internet/WhatsApp)


Os policiais militares de Carlos Chagas e de Nanuque montaram uma operação para localizar o responsável pelo incêndio. Já no início da tarde, eles receberam uma informação vai 190 de que o suspeito estava na parte externa da garagem da prefeitura, às margens do Rio Urucu. 

Chegando ao local, os policiais perceberam que ele havia tirado as roupas e mergulhado no rio para se esconder. No entanto, ele ficou sem fôlego, emergiu e se entregou aos policiais. Algemado, ele foi levado ao Hospital de Pronto Socorro de Nanuque para receber atendimento médico por conta de uma lesão no nariz, ocorrida quando ele pulou no rio. Em seguida, ele foi conduzido à delegacia da cidade. 

Nesta terça-feira, a Polícia Militar de Nanuque informou que o delegado da Polícia Civil ratificou o flagrante por crime de incêndio e o suspeito foi encaminhado ao Presídio Regional de Nanuque. Ainda segundo a PM, o homem preso é conhecido pela prática de diversos crimes em Carlos Chagas. 


Publicidade