Publicidade

Estado de Minas

Tempo fechado complica resgate de homem que morreu em queda de parapente

Acidente ocorreu na tarde de segunda-feira, mas condições do tempo impediram a operação


postado em 11/06/2019 10:28 / atualizado em 11/06/2019 11:37

Helicóptero da Polícia Militar sobrevoou a área do acidente na tarde passada(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Helicóptero da Polícia Militar sobrevoou a área do acidente na tarde passada (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)


O resgate do corpo da vítima de um acidente com parapente mobiliza o Corpo de Bombeiros de Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, desde a tarde passada. Uma equipe de seis militares pernoitou no Pico da Ibituruna e, na manhã desta terça-feira, aguarda a melhora da visibilidade no local para dar prosseguimento à operação. 

Veja a transmissão ao vivo feita nesta manhã pela TV Alterosa Leste



De acordo com os bombeiros, o acidente ocorreu por volta das 16h30. O nome da vítima ainda não foi divulgado pelas autoridades, mas ele teria cerca de 60 anos e era aluno da modalidade de voo livre. 

Bombeiros passaram a noite no Pico da Ibituruna para realizar o resgate(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Bombeiros passaram a noite no Pico da Ibituruna para realizar o resgate (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)


O pico fica a uma altura de 1,5 mil metros e o corpo foi localizado em um paredão de difícil acesso. Ainda ontem, um helicóptero da Polícia Militar fez um sobrevoo para identificar a área, mas devido às condições do tempo não foi possível fazer a descida. 

Terça-feira começou com céu encoberto em Governador Valadares. Ao fundo, nuvens baixas no Pico da Ibituruna(foto: Alessandro Santos/TV Alterosa Leste)
Terça-feira começou com céu encoberto em Governador Valadares. Ao fundo, nuvens baixas no Pico da Ibituruna (foto: Alessandro Santos/TV Alterosa Leste)


Os bombeiros, então, permaneceram no local durante toda a noite e a madrugada. Segundo o Corpo de Bombeiros de Governador Valadares, o dia começou com céu encoberto e, por volta das 10h, a neblina começou a se dissipar na região. No entanto, as nuvens ainda estavam baixas no pico. Ainda segundo a corporação, a esposa da vítima acompanha o resgate. (Com informações da TV Alterosa Leste)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade