Publicidade

Estado de Minas

Um dos maiores traficantes de Minas é preso durante partida de futebol, em Ouro Preto

Investigações mostram ligação do chefe do grupo apontado como responsável pela distribuição de drogas nos municípios de Mariana, Ouro Preto, Carmo da Cachoeira, além de diversos aglomerados em Belo Horizonte


postado em 20/05/2019 18:24 / atualizado em 20/05/2019 18:44

Policia Civil desarticula trafico internacional de drogas e prende chefe da quadrilha, em Ouro Preto, durante jogo de futebol. Na foto, carros e motos apreendidos na operação. Nesse veiculo foi encontrado um milhão (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Policia Civil desarticula trafico internacional de drogas e prende chefe da quadrilha, em Ouro Preto, durante jogo de futebol. Na foto, carros e motos apreendidos na operação. Nesse veiculo foi encontrado um milhão (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Sonny Clay Dutra, de 38 anos, é o maior traficante de pasta base de cocaína do estado de Minas Gerais. Investigações da Polícia Civil apontam que ele movimenta quantia em dinheiros nunca vistas pela corporação: movimentação financeira que ultrapassa R$ 30 milhões em Minas Gerais e quantias que ultrapassam mais de R$ 100 milhões em nível nacional. As investigações começaram há nove meses e o jovem é foi preso durante jogo de futebol em Ouro Preto. Polícia não descarta participação de outros componentes do time no tráfico de drogas.

No início do mês, a Polícia Civil prendeu quatro pessoas envolvidas no tráfico de drogas de Belo Horizonte. Denominada “Vento Leste”, a operação também apreendeu mais de R$ 1 milhão em dinheiro vivo, que era transportado pelos envolvidos no momento da abordagem. Com eles, a corporação apreendeu quatro veículos: um Honda Civic, uma Mercedes C180, um Volkswagen Voyage e um Ford Focus. Os suspeitos ocultavam o dinheiro e, posteriormente, simulavam que o lucro era proveniente de trabalhos lícitos, como, por exemplo, a compra e a venda de automóveis.

 

Nesta segunda-feira, a polícia apresentou uma nova fase: o chefe da organização criminosa, que financiava o time Penharol de Ouro Preto, foi preso durante a partida de futebol da equipe dentro da operação "Embrião". As investigações conseguiram demonstrar a ligação do chefe do grupo apontado como responsável pela distribuição de drogas nos municípios de Mariana, Ouro Preto, Carmo da Cachoeira, além de diversos aglomerados em Belo Horizonte.

"Sonny é um traficante de muita experiência. Já foi preso em outras três oportunidades. Já residiu na região de fronteira com o Paraguai. É o líder dessa associação criminosa e muito procurado pelas forças policiais", dissedelegado Marcus Lobo Leite Vieira, ontem, em coletiva de imprensa.

Sonny financia o clube de futebol e arca com materiais esportivos para os jogadores. Ele foi preso durante a partida: "Então, essa foi a única oportunidade que a PC conseguiu chegar até esse criminoso procurado em todo estado", disse o delegado. A polícia posicionou a equipe de forma que ele não conseguiria fugir. "A PC não descarta a participação de nenhum/ de ninguém. Outras fases já estão sendo preparadas pela polícia. Outras prisões acontecerão ao longo do mês", acrescentou.


Publicidade