Publicidade

Estado de Minas

PF cumpre mandados contra fraude no registro de armas de fogo em BH

Dois escritórios de despachantes são investigados em Belo Horizonte por falsificarem documentos necessários à obtenção do registro de armas. Outro despachante também já tinha sido alvo em Itabira


postado em 06/05/2019 11:42 / atualizado em 06/05/2019 13:15

(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)

Policiais federais cumpriram, na manhã desta segunda-feira, dois mandados de busca e apreensão em dois escritórios de despachantes de Belo Horizonte. O objetivo é apreender documentos e computadores dentro de uma investigação que apura a falsificação de dados para concessão do registro de armas de fogo.

Segundo a PF, dois despachantes usavam comprovantes de residência e de atividade lícita falsos para garantir procedimentos para aquisição e registro de armas de fogo para seus clientes junto à Polícia Federal.

Antes da ação de hoje, a PF já havia cumprido um mandado de busca e apreensão em Itabira, na Região Central de Minas, onde um despachante é suspeito de atuar da mesma forma. A ação de Itabira foi feita ontem e o investigado teve documentos falsificados apreendidos, além de equipamentos de informática.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade