Publicidade

Estado de Minas

Detentas doam cabelo para pacientes com câncer em BH

Iniciativa de presa do Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto reúne mais de 20 mulheres para cortar cabelo em prol da causa


postado em 30/04/2019 16:59 / atualizado em 30/04/2019 17:55

(foto: SEAP/Divulgação)
(foto: SEAP/Divulgação)

O salão de cabeleireiro do Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, no Horto, Região Leste de Belo Horizonte, foi palco de solidariedade nesta terça-feira. Dezenove presas, duas servidoras e uma visitante cortaram seus cabelos e doaram para produção de perucas que serão usadas por pacientes com câncer, atendidos pelos Voluntários do Mário Penna (Volmape).

De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), a iniciativa partiu de duas presas que queriam fazer a doação e incentivou as outras. A ação ganhou o nome de Dia da Solidariedade e contou com o apoio de parceiros da unidade, como o Tio Flávio Cultural e o projeto ComPaixão da Rede Batista. Juntos, eles reuniram seis cabeleireiras voluntárias que se dispuseram a realizar os cortes.

Para a diretora de atendimento da unidade prisional, Maristela Andrade, a iniciativa das detentas é vista como positiva. “Eu vejo que é uma forma delas de ajudarem a sociedade para a qual de alguma forma elas fizeram mal. Eu acho que é uma remição de erros, de mostrarem que elas são capazes de ajudar outros, independente de onde estejam”.

Perucas

Os cabelos doados serão enviados para o Rio de Janeiro, onde serão produzidas as perucas. Depois de prontas, elas são encaminhadas para dois camarins que ficam nos setores oncológicos dos Hospitais Mário Penna e Luxemburgo.  

A associação responsável pelo cuidado com os cabelos, Volmape, existe desde 1974 e realiza várias ações com pacientes oncológicos do Sistema Único de Saúde (SUS), como doação de manteigas de cacau, hidratante corporal, roupas e toucas e, ainda, servindo lanches.
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade