Publicidade

Estado de Minas

Polícia prende trio que roubava casas da região nobre de BH

Osman Marcos Aguiar, de 49 anos, Kátia Aparecida dos Santos, de 35, e Luiz Martins de Oliveira, 36, foram detidos na segunda fase da Operação Casa Segura, desencadeada pela Polícia Civil. Eles faziam parte da maior quadrilha de roubo a casas de Minas Gerais


postado em 26/04/2019 21:38 / atualizado em 26/04/2019 21:42

(foto: Divulgação/Polícia Civil)
(foto: Divulgação/Polícia Civil)

 

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu três pessoas ligadas a maior quadrilha especializada em roubo de residências do estado. Segundo a corporação, os receptadores Osman Marcos Aguiar, de 49 anos, Kátia Aparecida dos Santos, de 35, foram detidos nessa quinta-feira (25). Nesta sexta (26), foi a vez de Luiz Martins de Oliveira, 36, ser preso.


As detenções fazem parte da segunda fase da Operação Casa Segura. Ao todo, são sete presos na primeira e segunda etapas da força-tarefa.


Segundo o delegado Gustavo Barletta, a organização criminosa age em imóveis da região nobre de Belo Horizonte. Na casa dos detidos, a polícia encontrou joias, relógios, televisores, notebooks, bebidas, entre outros objetos de valor.


De acordo com Barletta, na residência de Luiz Martins, a corporação ainda apreendeu uma réplica de fuzil e uma de pistola, armas usadas nos roubos às residências. Osman Marcos, por sua vez, tinha uma loja de joias no centro da capital, nos arredores da Praça Sete, onde ele vendia as mercadorias roubadas.


Já Katia Aparecida dos Santos era funcionária de Osman e atuava também nos crimes de receptação. A quadrilha atuava por meio de arrombamentos, além de render e amarrar as vítimas para que os criminosos levassem os objetos.


Publicidade