Publicidade

Estado de Minas

BH recebe núcleo especializado em investigação de crimes de feminicídio

Familiares de vítimas de feminicídio deverão receber atendimento de assistente social e psicólogo


postado em 23/04/2019 17:53 / atualizado em 23/04/2019 18:15

O núcleo faz parte do Departamento Estadual de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) (foto: Google Street View/Reprodução)
O núcleo faz parte do Departamento Estadual de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) (foto: Google Street View/Reprodução)

Belo Horizonte deve receber, nos próximos dias, o Núcleo Especializado de Investigação de Feminicídio. A decisão foi publicada nesta terça-feira. De acordo com a Polícia Civil, neste ano, até 18 de março, os feminicídios chegavam a 17 no estado e as tentativas de crime desse tipo a 35.

O núcleo será responsável pela investigação dos crimes de feminicídio consumado. O núcleo faz parte da Divisão Especializada em Investigação de Crimes Contra a Vida do Departamento Estadual de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 

De acordo com a resolução publicada pelo Diário do Executivo, deverá ser disponibilizado aos familiares da vítima de feminicídio o atendimento por equipe multidisciplinar composta por assistente social e psicólogo.

A resolução prevê que o Departamento Estadual de Investigação, Orientação e Proteção à Família fique responsável por encaminhar ao Núcleo de Feminicídio as notícias de crime de feminicídio consumado que ocorrerem em todo o estado.
 
A Assessoria da Polícia Civil informou que mais detalhes serão repassados futuramente em coletiva de imprensa. 
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


Publicidade