Publicidade

Estado de Minas

Dengue já matou 14 pessoas em Minas neste ano; casos prováveis já são 121,6 mil

Do total de mortes confirmadas, metade aconteceu na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Outros 48 óbitos estão sendo investigados


postado em 15/04/2019 16:56 / atualizado em 15/04/2019 18:47

Aumento de casos vem provocando lotação de unidades de saúde(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Aumento de casos vem provocando lotação de unidades de saúde (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)

A dengue continua a provocar mortes em Minas Gerais. Subiu para 14 o número de pessoas que perderam a vida por causa da doença neste ano. Do total, metade aconteceu na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Sendo que, seis dos óbitos, aconteceram em Betim. Outras 48 mortes seguem sendo investigadas. Já o número de casos prováveis da doença – que engloba os confirmados e suspeitos – já ultrapassa 121,6 mil.

A situação da dengue no Estado preocupa as autoridades de saúde. Minas está em alerta desde o início do ano devido ao aumento da doença. A Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG) deve publicar, nos próximos dias, um decreto de emergência com medidas para conter o mosquito Aedes aegypti.

Já foram confirmadas 14 mortes por dengue em Minas Gerais neste ano. Seis delas aconteceram em Betim, duas em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, o mesmo número em Unaí, no Noroeste de Minas, um em Arcos, na Região Centro-Oeste, Paracatu, Região Noroeste, uma em Frutal, no Triângulo, e outra em Ibirité, na Grande BH.

A doença vem aumentando a cada mês, segundo mostra o boletim epidemiológico divulgado pela SES, e já chega a 121.699 registros.  Somente em março, foram 58.616 casos prováveis. Os números foram superiores aos dois meses anteriores. Em janeiro foram 17.436 e fevereiro 33.717 registros. Em abril, pelo histórico da dengue, é o mês onde há um maior número de registros. Somente nesses 15 dias, foram 11.930 notificações.

Nas últimas quatro semanas, 156 municípios mineiros passam por epidemias da doença. Destas, 99 estão com incidência muito alta de casos prováveis, e outras 57 com incidência alta. A situação pode piorar nas próximas semanas, pois ainda há 114 municípios com média incidência de dengue.


Publicidade